Defesa Civil mantém trabalhos em tempo integral em Petrópolis

Entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (17), o trabalho das equipes foi reforçado por integrantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), da Defesa Civil do Estado, e dos municípios de Maricá e de Guapimirim

As equipes da Defesa Civil mantiveram, durante a madrugada de hoje (17), o atendimento às ocorrências em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Os profissionais atuaram em apoio ao Corpo dos Bombeiros nas áreas onde há suspeita de vítimas. As operações foram realizadas no Caxambu, nas Ruas Pedro Ivo, na Washington Luiz e Rua Teresa, onde ocorreram deslizamentos, provocados pelo temporal de terça-feira (15). Nos locais, onde havia suspeita de vítimas soterradas, os agentes deram suporte aos Bombeiros para realizar os resgates.

Publicidade

No Caxambu, o trabalho dos agentes com o Corpo de Bombeiros, retirou dois corpos na madrugada e outras seis vítimas foram retiradas dos escombros na Rua Teresa. Na Washington Luiz os agentes avaliaram um vazamento de água e não havia vítimas no local. Na Rua Pedro Ivo foi realizada uma vistoria, onde há deslizamento. Conforme os últimos dados divulgados pela Defesa Civil, foram registradas 399 ocorrências, entre elas 323 se referiam a se referiam aos deslizamentos. “As equipes também atenderam situações de avaliação de risco estrutural e geológico em vias e imóveis, além de vistorias preventivas e rondas pela cidade”, completou a Defesa Civil do município.

O prefeito Rubens Bomtempo disse que o trabalho intenso segue em mais um dia integrando as equipes com o reforço de vários órgãos “para garantir o suporte necessário para a nossa população” nas diversas áreas de governo como Obras, de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Saúde, Educação, Assistência Social, Planejamento, Administração, além da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) e a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans).

Os 33 pontos de apoio montados em escolas da rede pública receberam até o fim da manhã de hoje 705 pessoas. O município suspendeu as aulas para que o atendimento às famílias seja realizado por profissionais da Assistência Social, da Saúde, da Educação e de Agentes Comunitários.

Entre a madrugada e a manhã desta quinta, o trabalho das equipes foi reforçado por integrantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), da Defesa Civil do Estado, e dos municípios de Maricá e de Guapimirim. Na sede da Defesa Civil estão concentrados oficiais do Exército, das polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal, APA Serra da Estrela e ENEL.

Publicidade

Para o secretário municipal de Defesa Civil e Ações Voluntárias, tenente coronel Gil Kempers, o trabalho conjunto tem resultado em mais agilidade nas operações. “Estamos com equipes de diferentes órgãos empenhadas no apoio às ocorrências e no trabalho de recuperação da cidade. Esse suporte tem sido de grande importância e tem possibilitado mais agilidade atendimentos”, observou.

(Agência Brasil)

Publicidade