Exposição de Sebastião Salgado fica aberta até 10 de julho em SP

Idealizada pela curadora Lélia Wanick Salgado, a mostra é fruto de sete anos de trabalho do artista na Amazônia brasileira, e contém cerca de 200 imagens

exposicao-de-sebastiao-salgado-fica-aberta-ate-10-de-julho em-sp

Após passar por Paris, Roma e Londres, a exposição Amazônia, do fotógrafo Sebastião Salgado, instalada na capital paulista, ficará em cartaz, no Sesc Pompeia, até 10 de julho. Idealizada pela curadora Lélia Wanick Salgado, a mostra é fruto de sete anos de trabalho do artista na Amazônia brasileira, e contém cerca de 200 imagens.

Publicidade

Além das fotografias, a mostra exibe sete vídeos com testemunhos de lideranças indígenas sobre a importância da Amazônia e os problemas enfrentados atualmente para a sobrevivência na floresta. “A exposição tem o objetivo de alimentar o debate sobre o futuro da floresta amazônica. É algo que deve ser feito com a participação de todos no planeta, junto com as organizações indígenas”, ressalta Sebastião Salgado.

Segundo a curadora, a exposição é um mergulho no coração da Amazônia e um convite para ver, ouvir e refletir sobre o futuro da biodiversidade e a necessidade de proteger os povos indígenas e o ecossistema. “Ao projetar Amazônia, quis criar um ambiente em que o visitante se sentisse dentro da floresta, se integrasse com sua exuberante vegetação e com o cotidiano das populações locais”, destaca Lélia. 

Exposição “Amazônia”, de Sebastião Salgado, estreia no Sesc Pompeia

Exposição “Amazônia”, de Sebastião Salgado, estreia no Sesc Pompeia – Sesc Pompeia/Amazônia – Sebastião Salgado/Direitos reservados

A exposição apresenta ainda espaços com projeções de fotografias: paisagens florestais musicadas pelo poema sinfônico “Erosão – Origem do Rio Amazonas”, do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, e retratos de populações indígenas, com composição especial de Rodolfo Stroeter.

Publicidade

Depois de ser apresentada em São Paulo, a exposição segue para o Rio de Janeiro (RJ), no Museu do Amanhã, a partir de 19 de julho, e ficará até 29 de janeiro de 2023. 

Para acessar as unidades do Sesc no estado de São Paulo, todas as pessoas com mais 5 anos de idade devem apresentar comprovante de vacinação contra covid-19 e documento com foto. Crianças de 5 a 11 podem apresentar comprovação de apenas uma dose da vacina, mas quem tiver mais de 12 anos, precisa evidenciar duas doses ou dose única do imunizante. A exposição fica aberta, no Sesc Pompeia, de terça a sábado, das 10h às 21h; domingos e feriados, das 10h às 18h.

(Agência Brasil)

Publicidade