Jornalista e cineasta Arnaldo Jabor morre em SP

Ele estava internado desde o dia 17 de dezembro após sofrer um AVC.

morre-arnaldo-jabor
foto: Divulgação

A morte de Arnaldo Jabor, aos 81 anos, teve como causa complicações de um AVC. O carioca estava internado desde o dia 17 de dezembro no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo e, nesta madrugada de terça-feira (15), não resistiu.

Publicidade

Ele tornou-se mais conhecido do grande público por seus comentários nos telejornais da TV Globo nos anos 1990. Como cineasta, teve atuação de destaque no chamado “cinema novo” que buscava levar a realidade do Brasil para as telonas.

Como cineasta, jornalista, cronista ou escritor, tinha como vocação a arte de provocar.

Seu primeiro longa-metragem foi “A Opinião Pública”, de 1967, que mostrava o cotidiano da classe média do Rio.

A consagração veio com “Toda Nudez Será Castigada”, em 1973 – obra de Nelson Rodrigues, adaptada para o cinema.

Publicidade
cena-toda-nudez-será-castigada
foto: Divulgação

Artistas e amigos lamentaram a morte de Jabor.

Publicidade