Sofrimento Animal

Justiça proíbe realização de rodeios em Minas Gerais

Os rodeios são regularizados no Brasil desde 2002, e têm normas sobre o tratamento adequado dos animais.

Justiça proíbe realização de rodeios em Minas Gerais
A decisão foi comemorada por algumas ONGs que defendem os direitos dos animais (Crédito: Nick Laham/Getty Images)

Uma decisão da Justiça de Minas Gerais, proferida nesta quinta-feira (25), proibiu a realização de rodeios no estado. A decisão foi tomada pelo juiz Michel Curi da 1ª Vara da Fazenda Pública e Autarquias.

Publicidade

Curi atendeu um pedido da organização não governamental Instituto Protecionista SOS Animais e Plantas, que comemorou a sentença por meio das redes sociais:

“Mais uma vitória começamos o dia com essa excelente notícia! A SOS animais e plantas moveu ação pedindo a proibição dos rodeios em Minas Gerais.”

O juiz Michel Curi afirma na decisão que existe “acentuada probabilidade dos animais serem usados como meras coisas e de serem submetidos a sofrimentos até a morte” e também “concede a tutela de urgência para determinar ao Estado de Minas Gerais que se abstenha de realizar ou promover rodeios”.

Portanto, o estado fica proibido de realizar rodeios, mas outras atividades que não envolvem animais ainda podem continuar, como é o caso de atrações musicais.

Publicidade

Os rodeios são regularizados no Brasil desde 2002, e têm normas sobre o tratamento adequado dos animais. O país também abriga o maior evento do tipo da América Latina: A Desta do Peão de Barretos, em São Paulo.

Os rodeios são regularizados no país desde 2002, e têm normas sobre o tratamento adequado dos animais.

Publicidade