Tragédia

Mortes em Pernambuco poderiam ser evitadas, diz secretário de Defesa Civil

O secretário destacou que as formas de prevenção incluem contenção de encostas, habitação e retirada de pessoas.

pernambuco-cria-projeto-que-preve-pagar-r-15-mil-a-vitimas-das-chuvas
Fortes chuvas em Pernambuco (Crédito: Divulgação/ Prefeitura da Aliança)

Muitas das mortes em Pernambuco poderiam ter sido evitadas, afirmou o secretário nacional de Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, em entrevista a CNN. As fortes chuvas em Pernambuco já causaram 100 mortes, segundo boletim atualizado pelo Centro Integrado de Comando e Controle Regional de Pernambuco nesta terça-feira (31). Até o momento 16 pessoas estão desaparecidas.

Publicidade

“Daria, sim, para se evitar muitas mortes se tivéssemos uma cultura de percepção de risco e de comportamento”, disse o secretário. Ele destacou que as formas de prevenção incluem contenção de encostas, habitação e retirada de pessoas. Além disso, o coronel mencionou ser um “desafio muito grande, pois depende de orçamento e capacidade técnica dos municípios de realizarem as obras”.

Já em relação as pessoas, Lucas diz ser necessário que estejam atentas aos alertas emitidos pelas autoridades e que as que moram perto de áreas de risco, saiam de suas casas quando forem orientadas. “É um alinhamento de investimento público, capacitação, defesas civis municipais robustas e treinamento de plano de contingência com a comunidade para que ela adote medidas de proteção”.

Ao todo, 436 bombeiros de Pernambuco e outros estados estão trabalhando nas buscas para socorrer as regiões. Quanto a verba para as cidades, o ministério da Cidadania já está liberando, enquanto o auxílio para os municípios atingidos estavam previstos para serem liberados nessa terça-feira (31).

|

Publicidade