Microsoft está em uma grande maratona de aquisições

Agora a Microsoft estaria procurando uma forma de comprar a Mandiant, empresa de software de segurança cibernética

Microsoft está em uma grande maratona de aquisições
No final do ano passado, a Microsoft adquiriu a empresa de tecnologia de publicidade Xandr da proprietária da CNN americana AT&T por US$ 1 bilhão (Créditos: Stephen Brashear/Getty Images)

Stay Nadella, o CEO da gigante empresa Microsoft, está em uma grande maratona de aquisições. A compra planejada pela a Activiosion Blizzard, com um valor de quase US$ 70 bilhões, é a maior e mais ousada compra da empresa. Mas dificilmente é o único negócio notável na era Nadella.

Publicidade

No final do anos passado, a Microsoft adquiriu a empresa de tecnologia de publicidade Xandr da proprietária da CNN americana AT&T por US$ 1 bilhão. Também desembolsaram quase US$ 20 bilhões para empresa de software em nuvem Nuance no início de 2021.

Desde que o Nadella assumiu o comando da Microsoft em 2014, isso está no topo de vários outros negócios de bilhões de dólares, incluindo compras de desenvolvedor de Minecraft Mojang, o dono do estúdio de jogos da Bethesda ZeniMax Media, o site de codificação de código aberto GitHub e a rede de mídia social empresarial LinkedIn.

Anteriormente, o acordo do LinkedIn foi, o maior da Microsoft, chegando a um valor de US$ 26,2 bilhões. De acordo com a CNN, existem alguns rumores, que a gigante estaria procurando uma forma de comprar a Mandiant, empresa de software de segurança cibernética conhecida anteriormente como FireEye, que hoje é avaliada em cerca de US$ 4,5 bilhões.

Kevin Mandia, CEO da Mandiant, disse em uma teleconferência de resultados da empresa com analistas na semana passada que não comentará sobre rumores ou especulações. Após o fechamento do acordo com a Actvision, supondo que seja aprovado pelos reguladores, a Microsoft teria ainda cerca de US$ 130 bilhões e US$ 60 bilhões sobrando para fechar alguns negócios.

Publicidade

Uma das principais áreas de foco de Nadella, é o negócio de segurança cibernética. Em 2021, a Microsoft adquiriu várias empresas nesse ramo, como a CloudKnox Security, RiskIQ e CyberX.

Para Microsoft segurança é um negócio lucrativo, pois gera uma grande parte da receita recorrente de assinatura anual. E ajuda a empresa a atrair mais clientes corporativos para suas outras ofertas de software e de assinatura baseadas em nuvem. Por mais que o acordo entre Microsoft e Mandiant não aconteça, eles irão mirar em outro lugar no mesmo ramo.

“O cibercrime é a ameaça número 1 que todos os negócios enfrentam hoje”, disse Nadella durante a mais recente teleconferência de resultados da Microsoft com analistas no mês passado.

Publicidade

Nadella disse que nos últimos 12 meses, a Microsoft conseguiu uma receita de segurança cibernética de mais de US$ 15 bilhões, um salto de 45% em relação ao ano anterior. Amy Hood, diretora financeira da Microsoft, observou também em uma teleconferência com analistas após o anúncio da Activision que a empresa está em busca de mais negócios de alto crescimento, onde a Microsoft pode “agregar valor aos usuários ou à comunidade”.

A Microsoft não é a única empresa de tecnologia em busca de negócios. A Intel anunciou nesta terça-feira (15) que estava comprando o Tower Semiconductor por US$ 5,4 bilhões. Também na terça, a IBM disse que estaria comprando a Neudesic, uma empresa de consultoria de serviços em nuvem. E ainda há alguns relatos de que a Cisco Systems fez uma oferta de US$ 20 bilhões pela empresa de Big Data Splunk.

“Microsoft avalia compra da Mandiant para reforçar a segurança”

Publicidade