Novo Benefício do CadÚnico: Cartão Alimentação Disponível nos CRAS! Saiba se tem direito

A realidade de muitas famílias em vulnerabilidade social está prestes a ganhar um novo alívio, através do cartão alimentação oferecido nos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS)

Prorrogada suspensão dos procedimentos do Bolsa Família e CadÚnico
Novo Benefício do CadÚnico: Cartão Alimentação Disponível nos CRAS! Saiba se tem direito (Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A realidade de muitas famílias em vulnerabilidade social está prestes a ganhar um novo alívio, através do cartão alimentação oferecido nos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS). Este novo benefício se destina a famílias inscritas no Cadastro Único, muitas das quais também são beneficiárias do Bolsa Família.

Publicidade

Estes centros, que já desempenham um papel crucial na rede de apoio social, começam a distribuir um cartão com créditos para compra de alimentos, com o principal objetivo de combater a insegurança alimentar e prevenir a desnutrição entre os grupos mais vulneráveis.

Quem tem Direito ao Cartão Alimentação do CRAS?

É importante notar que, embora a distribuição seja uma iniciativa louvável, ela não cobre todos os beneficiários do Bolsa Família ou do Cadastro Único. Os critérios para a concessão do cartão alimentação foram estabelecidos para priorizar as famílias em maior estado de necessidade.

Por Que o Cartão Alimentação é Fundamental?

O cartão alimentação surge como uma resposta às crescentes taxas de desnutrição e insegurança alimentar que afetam as famílias de baixa renda no país. Com valores que variam entre R$ 50 e R$ 150 para dependentes, além de um valor base, ele garante acesso a alimentos essenciais para uma alimentação saudável e equilibrada.

Condições para Receber o Benefício

  • Moradia em localidades onde o cartão ou a cesta básica são fornecidos;
  • Inscrição válida e atualizada no Cadastro Único;
  • Ser beneficiário do programa Bolsa Família.

Como Proceder para Retirar o Cartão Alimentação?

Para os moradores do Distrito Federal, a novidade é que o cartão pode ser retirado diretamente no Banco de Brasília, com um crédito de R$ 250 já disponível para uso. Para os beneficiários de outras regiões, o processo inclui:

Publicidade
  • Dirigir-se ao CRAS mais próximo de sua residência;
  • Solicitar o cartão alimentação ou a cesta básica;
  • Apresentar um documento oficial com foto;
  • Assinar o termo de recebimento do benefício.

Este programa não só beneficia diretamente as famílias, como também revitaliza a economia local, uma vez que os créditos do cartão devem ser utilizados em estabelecimentos e mercados locais. É uma ação que promove o bem-estar social e a circularidade econômica.

Em tempos de crise e desafios econômicos, iniciativas como o cartão alimentação no CRAS reforçam a rede de segurança social e garantem que menos famílias tenham que enfrentar a fome e a insegurança alimentar. Com esse suporte, espera-se uma melhoria gradual na qualidade de vida dessas populações.

Publicidade
Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.