brasileirão

Após expulsão polêmica de Hulk, Atlético-MG demonstra repúdio à arbitragem

O clube mineiro alega que os relatos presentes na súmula não correspondem aos fatos ocorridos em campo

O Atlético-MG usou suas redes sociais para criticar e ironizar o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima após a expulsão do jogador Hulk no jogo contra o Palmeiras.
Hulk contesta expulsão no primeiro tempo – Créditos: Premiere/Reprodução

O Atlético-MG usou suas redes sociais para criticar e ironizar o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima após a expulsão do jogador Hulk no jogo contra o Palmeiras. O clube mineiro alega que os relatos presentes na súmula não correspondem aos fatos ocorridos em campo.

Publicidade

Em uma postagem, o Atlético-MG utilizou uma dublagem do ator Gustavo Machado para embasar suas críticas ao árbitro. Além disso, o clube comparou Rodrigo Pereira de Lima ao ex-árbitro José Roberto Wright, famoso por expulsar cinco jogadores do Galo em um duelo contra o Flamengo na Libertadores de 1981.

“Com qual adjetivo podemos definir a arbitragem de ontem? A julgar pela dublagem, uma conclusão é certa: o sr. Rodrigo ‘Wright’ Pereira de Lima faltou com a verdade na súmula do jogo”, declarou o clube em suas redes sociais.

Na súmula do jogo, Lima justificou os dois cartões amarelos dados ao camisa 7 por reclamação. O lance ocorreu durante uma disputa de bola entre Hulk, Zé Rafael e Murilo no meio de campo. Após Hulk cair, o árbitro marcou falta a favor do Atlético. O atacante se levantou aparentando reclamar, o que resultou no primeiro amarelo.

“Apita logo, c*****”, teria dito Hulk, segundo o documento oficial. Na sequência, o atacante continuou a reclamar e recebeu o segundo amarelo, sendo expulso do jogo. O árbitro afirmou que o jogador partiu em sua direção “acintosamente, ficando face a face e gritando de forma desrespeitosa.”

Publicidade
sumula-expulsao-hulk
Trecho da súmula da partida no qual o árbitro explica a expulsão de Hulk – Créditos: Reprodução

Advogada de Hulk tomará “medidas cabíveis”

Marisa Alija, advogada de Hulk, também se manifestou nas redes sociais nesta terça-feira (18), afirmando que cobrará “medidas e punições cabíveis” à arbitragem da partida contra o Palmeiras, ocorrida na segunda-feira (17) na Arena MRV, em Belo Horizonte.

“Pelo bem e sobrevivência do futebol brasileiro: isso não pode e não vai ficar por isso mesmo! Vamos cobrar que as autoridades competentes tomem as medidas e punições cabíveis!” escreveu Marisa Alija em uma publicação no Instagram.

Publicidade
Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.