Atlético-MG vive pior série na Arena MRV e entra no Z-4 dos mandantes no Brasileirão

O Atlético-MG enfrenta uma crise sem precedentes em seu novo estádio, a Arena MRV. Com resultados desastrosos e preocupação geral.

Atlético-MG vive pior série na Arena MRV e entra no Z-4 dos mandantes no Brasileirão
Atlético-MG vive pior série na Arena MRV e entra no Z-4 dos mandantes no Brasileirão. – Crédito: Daniela Veiga / Atlético

O Atlético Mineiro, um dos clubes com mais tradição e apoio da torcida no Brasil, está enfrentando um período particularmente difícil em seu novo estádio, a Arena MRV. Desde a inauguração deste palco pensado para ser uma fortaleza para o time, os resultados não têm sido os esperados. Com apenas uma vitória em sete partidas, o desempenho do Galo em casa vem causando preocupações tanto na comissão técnica quanto entre os torcedores.

Publicidade

A equipe, que conquistou apenas sete dos 21 pontos disputados em seu território, registrou resultados aquém do esperado. Além do único triunfo sobre o Cruzeiro, o Atlético empatou com Criciúma, Bahia, Fortaleza e AtléticoGO, além de ser superado de forma contundente por Palmeiras e Flamengo. Essas derrotas em casa têm custado caro, posicionando o AtléticoMG como uma das equipes com pior desempenho como mandante no Campeonato Brasileiro.

Por que o Atlético-MG está encontrando dificuldades em casa?

A sequência de jogos sem vitórias é a pior desde que a Arena MRV foi inaugurada. O técnico Gabriel Milito, mesmo diante de um elenco reduzido e várias baixas por lesão, segue buscando respostas para reverter essa maré de resultados negativos. “Não tenho uma resposta exata para isso”, disse Milito em recente entrevista. A necessidade de ser mais forte dentro de casa é evidente, e o técnico destaca a importância de intensificar os trabalhos para mudar esse cenário.

Comparativo do desempenho do Atlético-MG em casa com outros clubes

Quando comparamos o desempenho do AtléticoMG com outras equipes do Brasileirão, a situação se mostra ainda mais crítica. Apenas Fluminense, Cuiabá e AtléticoGO apresentam um desempenho inferior como mandantes. Especificamente, o Cuiabá conseguiu seis pontos em oito jogos e o AtléticoGO somou apenas dois pontos em seis partidas, um indicador de que o Galo não está sozinho nesta luta contra a má fase.

Quais são os próximos jogos do Atlético-MG?

O Atlético terá a seguinte sequência de jogos:

Publicidade
  • Botafogo x Atlético – 7 de julho, sábado – 18h – Campeonato Brasileiro
  • Atlético x São Paulo – 11 de julho, quinta-feira – 21h30 – Campeonato Brasileiro
  • Juventude x Atlético – 16 de julho, terça-feira – 19h – Campeonato Brasileiro

Impacto das adversidades na torcida e no clube

A insatisfação da torcida é palpável. Em um estádio projetado para ser um caldeirão e incentivar o time, o silêncio após os resultados negativos fala por si só. A pressão sobre o técnico e os jogadores aumenta a cada partida sem vitória, e a cobrança por resultados melhores é um reflexo direto dessa pressão.

É essencial para o AtléticoMG ajustar as estratégias e encontrar formas de maximizar o aproveitamento dos jogos em casa. Seja mudando táticas, fomentando uma maior conexão jogador-torcedor, ou simplesmente recuperando a confiança de seus atletas, o caminho para melhorar essa fase conturbada passa por diversas frentes que precisam ser exploradas pela gestão do clube. Com a torcida ao seu lado, o Atlético tem potencial para transformar a Arena MRV em verdadeiro baluarte, mas só o tempo dirá se esses esforços darão os frutos esperados pela nação atleticana.

Publicidade
Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.