Fina revê decisão e confirma Mundial de Esportes Aquáticos neste ano

A competição ocorrerá de 18 de junho a 3 de julho em Budapeste (Hungria)

fina-reve-decisao-e-confirma-mundial-de-esportes-aquaticos-neste-ano

A Federação Internacional de Natação (Fina) voltou atrás na decisão da semana passada e confirmou na manhã desta segunda-feira (7) que haverá sim Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. A competição ocorrerá de 18 de junho a 3 de julho em Budapeste (Hungria). 

Publicidade

Na última terça-feira (1) a entidade havia adiado o Mundial – previsto para maio deste ano, em Fukuoka (Japão) – para julho de 2023. De acordo com a Fina, a evolução da pandemia de covid-19 de forma diferente em cada país foi um dos motivos para a entidade voltar atrás e resolver realizar a competição em 2022, como programara anteriormente.  

ÚLTIMA FORMA!

Teremos Mundial em 2022! https://t.co/AdrjClDZiR

— CBDA (@CBDAoficial) February 7, 2022

Publicidade

“Como uma comunidade aquática, estamos encontrando soluções em torno da pandemia e o anúncio de hoje é um passo importante nesse processo”, disse Husain Al-Musallam, presidente da Fina, em nota publicada no site da Confederação Brasileira de Esportes Aquáticos (CBDA).“Sabemos que precisamos ser criativos em nossa abordagem ao navegar pela atual crise de saúde para nossos atletas. O acordo de hoje é um testemunho deste trabalho. A Fina também reconhece que a pandemia está evoluindo de maneira diferente de acordo com o tempo e o lugar. Somos extremamente afortunados por ter anfitriões de eventos que compartilham nossa paixão pelos esportes aquáticos e têm disposição, capacidade e flexibilidade para organizar o evento mais prestigiado da Fina. Estamos profundamente gratos a todos os nossos anfitriões e sabemos que os atletas aquáticos sentem o mesmo”. 

Embora não tenha esclarecido se haverá outras modificações no calendário de competições, a Fina afirmou que “continua consultando atletas e partes interessadas sobre a programação do Campeonato Mundial da FINA em Doha, Catar”.

(Agência Brasil)

Publicidade