exercícios militares

Caças dos EUA chegam à Coreia do Sul para exercícios militares conjuntos

Os seis caças F-35As ficarão na Coreia do Sul por 10 dias, disse o Ministério da Defesa da Coreia do Sul em comunicado.

cacas-dos-eua-chegam-a-coreia-do-sul-para-exercicios-militares-conjuntos
Caça norte-americano F-35 (Créditos: Getty Images)

Os caças F-35A da Força Aérea dos EUA chegaram à Coreia do Sul nesta terça-feira (5) em uma primeira visita anunciada publicamente de 2017. Os exercícios militares conjuntos foram reduzidos publicamente nos últimos anos, primeiramente por causa dos esforços para se envolver diplomaticamente com a Coreia do Norte e depois por causa da pandemia de Covid-19.

Publicidade

Yoon Suk-yeol, o presidente sul-coreano que assumiu o cargo em maio deste ano, procurou aumentar as exibições públicas do poder militar aliado, incluindo exercícios, para superar um número recorde de testes de mísseis realizados pela Coreia do Norte este ano.

De acordo com a CNN, a Coreia do Norte parece estar se preparando para testar uma arma nucçear pela primeira vez desde 2017. Os seis F-35As ficarão na Coreia do Sul por 10 dias, disse o Ministério da Defesa da Coreia do Sul em comunicado.

“O objetivo desta implantação é demonstrar a forte dissuasão e postura de defesa conjunta da aliança EUA-ROK e, ao mesmo tempo, melhorar a interoperabilidade entre a ROK e a Força Aérea dos EUA”, disse o ministério, referindo-se à Coreia do Sul pelas iniciais de seu nome oficial.

Em um comunicado, as Forças dos EUA na Coreia (USFK, sigla em inglês), informou que a aeronave foi desdobrada da Base Aérea de Eielson, no Alasca. Um porta-voz do USFK disse que foi a primeira implantação pública do caça de 5ª geração na Coreia do Sul desde dezembro de 2017.

Publicidade

Publicidade