representação sindical

Funcionários da Starbucks fazem greve em lojas dos EUA

O sindicato afirma que a greve é sobre a retaliação tomada contra simpatizantes sindicais em todo o país.

funcionarios-da-starbucks-fazem-greve-em-lojas-dos-eua
Loja da Starbucks em Nova York (Créditos: Michael M. Santiago/Getty Images)

Mais de 2 mil funcionários da rede Starbucks devem entrar em greve nesta quinta-feira (17) nos Estados Unidos, de acordo com o sindicato que organiza as lojas. São 264 unidades que votaram a favor da representação sindical.

Publicidade

O sindicato afirma que a greve é sobre a retaliação tomada contra simpatizantes sindicais em todo o país. Além disso, contra a recusa da empresa em negociar com o sindicato um primeiro acordo trabalhista.

“Isso é para mostrar a eles que não estamos brincando”, disse Tyler Keeling, um sindicalista, de acordo com a CNN. Ele trabalhou em uma loja da Starbucks em Lakewood, Califórnia, nos últimos seis anos. “Acabamos com a retaliação antissindical deles e com eles se afastando da negociação”, afirma Keeling.

“A Starbucks tem retaliado líderes sindicais em todo o país. Mas, apesar desse medo, mais de 2.000 trabalhadores em todo o país estão em greve hoje e defendendo uns aos outros”, disse Michelle Eisen organizadora da primeira loja da Starbucks.

A empresa afirma que “O interesse em um sindicato não isenta os parceiros de seguir políticas e procedimentos que se aplicam a todos os parceiros”. O Conselho Nacional de Relações Trabalhistas entrou com um pedido no tribunal federal para impedir que o Starbucks retalie contra os funcionários apoiadores do sindicato.

Publicidade

O senador Bernie Sanders apoiou a greve em seu Twitter. “Tenho orgulho de apoiar os trabalhadores da Starbucks em greve hoje em todo o país. O CEO Howard Schultz está destruindo e demitindo trabalhadores sindicais ilegalmente por se organizarem. Sr. Schultz, é hora de reconhecer as lojas que se sindicalizaram e negociar com os trabalhadores de boa fé”, disse ele.

I’m proud to stand with Starbucks workers on strike today across the country. CEO Howard Schultz is illegally union busting and firing workers for organizing. Mr. Schultz, it is time to recognize the stores that unionized and negotiate with workers in good faith. #RedCupRebellion

— Bernie Sanders (@BernieSanders) November 17, 2022

Publicidade