Novo recorde de casos diários de Covid-19 é registrado na Rússia pelo 3º dia consecutivo

Os novos casos superam o maior número registrado até então, de 57.212, no dia anterior. A força-tarefa registrou também mais 679 mortes

Novo recorde de casos diários de Covid-19 é registrado na Rússia pelo 3º dia consecutivo
O aumento é verificado à medida em que a variante Ômicron vem se alastrando pelo país, disse a força-tarefa governamental contra o coronavírus (Créditos: Alexander Koerner/Getty Images)

Um novo recorde de infecções causadas pela Covid-19 na Rússia foi informado neste domingo (23), quando foram confirmados 63.205 novos testes positivos para o vírus. O aumento é verificado à medida em que a variante Ômicron vem se alastrando pelo país, disse a força-tarefa governamental contra o coronavírus.

Publicidade

Os novos casos na Rússia superam o maior número registrado até então, de 57.212, no dia anterior. A força-tarefa registrou também mais 679 mortes. O avanço e a transmissão do vírus está se tornando cada vez mais rápido.

O crescimento de infecções no país acontece em meio a uma tensão que só aumenta entre a Rússia, Ucrânia e países da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), com destaque para os Estados Unidos. O motivo é a movimentação de tropas russas na fronteira com a Ucrânia, o que leva o Ocidente a avaliar que é possível um ataque militar.

Recordes

Devido ao avanço da variante Ômicron, os registros de novos recordes têm se tornado comuns nos últimos dias. Além da Rússia, a Polônia, no último sábado (22), também registrou o seu maior número de casos da Covid-19 em um dia. Segundo o ministério da Saúde polonês, 40.876 novas infecções foram registradas. A plataforma Our World In Data, na última quinta-feira (20), mostrou que em 24 horas o país registrou 3,79 milhões de infecções pelo coronavírus.

A Alemanha, outro país que que vê uma nova onda sendo provocada pela Ômicron, também registrou seu recorde de infecções diárias na quarta-feira (19). Foram 112.323 novos casos e 239 mortes em 24 horas, de acordo com o Instituto Robert Koch (RKI), autoridade de saúde pública alemã.

Publicidade

Karl Lauterbach, ministro da Saúde da Alemanha, declarou nesta semana que o pico desta nova onda deve ser atingido no meio de fevereiro, e disse que a vacinação deverá ser colocada como obrigatória no país entre o mês de abril e maio.

Outro país europeu que vem somando contaminação diária, é a França, que registrou mais de 400 mil novas infecções por Covid-19 em dois dias seguidos.

Na quarta-feira (19), a França registrou mais de 436 mil novos casos, depois de ter anunciado um recorde de 464.769 novas infecções na terça-feira (18), mostraram os dados do Ministério da Saúde. A média móvel de novos casos em sete dias saltou para um novo recorde de mais de 320 mil, depois de ter batido o recorde de 300 mil na terça-feira.

Publicidade

“Rússia registra 63.205 novas infecções por Covid-19 e 679 mortes nas últimas 24 horas”

Publicidade