Polônia quer expulsar 45 diplomatas russos do país

Alguns são considerados suspeitos de trabalhar para a inteligência russa sob a cobertura de missões diplomáticas

polonia-quer-expulsar-45-diplomatas-russos-do-pais
Protestos na Polônia pelo fim da guerra na Ucrânia (Créditos: Omar Marques/Getty Images)

Os serviços especiais da Polônia solicitaram ao Ministério das Relações Exteriores para expulsar 45 diplomatas russos do país. O motivo da expulsão é que alguns são considerados suspeitos de trabalhar para a inteligência russa sob a cobertura de missões diplomáticas.

Publicidade

A Rússia nega as acusações. “A Agência de Segurança Interna identificou 45 oficiais dos serviços secretos russos e pessoas associadas a eles que tinham status diplomático na Polônia”, afirmou o porta-voz dos Serviços Especiais Stanislaw Zaryn.

De acordo com o portal G1, Zaryn inclui na lista oficiais dos serviços especiais da Federação Russa e pessoas que cooperam com eles. A Polônia é o país que mais acolheu refugiados da guerra na Ucrânia.

Entenda o conflito

Desde a quinta-feira, 24 de fevereiro, Vladimir Putin deu início ao conflito contra a Ucrânia ao bombardear regiões do país. A invasão contou com domínios por terra, mar e ar, após autorização do presidente russo.

Publicidade

Vladimir Putin não aceita que a Ucrânia faça parte da OTAN, uma aliança criada pelos Estados Unidos. O presidente não deseja que uma base inimiga seja estabelecida próxima a seu território, uma vez que a Ucrânia faz fronteira com a Rússia. Esse foi um dos estopins para que Putin iniciasse os ataques.

Publicidade