anexadas à rússia

Putin decreta independência de quatro regiões da Ucrânia

Segundo Putin, a partir de agora, ataques contra qualquer parte das regiões anexadas, serão considerados agressões contra a própria Rússia.

Entenda por que Vladimir Putin vai anexar territórios ucranianos
(Crédito: Getty Images)

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou, nesta sexta-feira (30), decretos reconhecendo a independência das regiões ucranianas ocupadas de Kherson, Zaporíjia, Donetsk e Lugansk.  De acordo com a rede de notícias Al Jazeera, o movimento intensifica a guerra que já dura sete meses e dá início a uma nova fase do confronto.

Publicidade

Moscou declarou que estas regiões ucranianas, em grande parte ou parcialmente ocupadas por forças russas ou apoiadas pelo Kremlin, agora, fazem parte da Rússia. De acordo com Putin, ataques contra qualquer parte da região anexada serão considerados agressões contra a própria Rússia.

“Existem quatro novas regiões russas”, disse Putin durante a cerimônia feita para a anexação. “As pessoas que vivem nessas quatro regiões estão se tornando nossos cidadãos para sempre”, acrescentou.

Donetsk e Luhansk são o lar de duas repúblicas separatistas que Moscou tem apoiado desde 2014. Já Kherson e partes de Zaporizhzhia têm sido controladas pelas forças russas desde as primeiras semanas após a invasão no final de fevereiro. As informações são da CNN. O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirmou que, de agora em diante, qualquer negociação com Putin será impossível.

Publicidade