Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Bolsonaro ameaça baixar decreto contra lockdown

A declaração do presidente Jair Bolsonaro aconteceu durante a abertura oficial da Semana da Comunicações

Presidente Jair Bolsonaro
A declaração do presidente Jair Bolsonaro aconteceu durante a abertura oficial da Semana das Comunicações (Crédito: Marcelo Camargo)

Durante a abertura oficial da Semana das Comunicações nesta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro ameaçou baixar um decreto contra as medidas de lockdown. Elas foram foram adotadas por governadores e prefeitos para tentar conter a propagação do vírus durante a pandemia da COVID-19.

Segundo o presidente o objetivo é garantir a realização de cultos e a “liberdade para poder trabalhar” das pessoas.

“Nas ruas já se começa a pedir que o governo baixe um decreto. Se eu baixar um decreto, vai ser cumprido. Não será contestado por nenhum tribunal, porque ele será cumprido. E o que constaria no corpo desse decreto? Constariam os incisos do artigo 5° da constituição. O Congresso ao qual eu integrei, tenho certeza que estará ao nosso lado.”, relatou no evento.

Em um dos momentos da declaração Bolsonaro diz, “Esse decreto será cumprido juntamente com todo o poder de força que nós temos em cada um dos nossos 23 ministros”.

O presidente ainda comentou que o Brasil não irá regredir, caracterizando como “excrecência”, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de conceder poderes a governadores e prefeitos para implementar medidas restritivas.

CPI da Covid

Esse pronunciamento ocorreu junto ao segundo dia de depoimento na CPI da Covid no Senado, que apura ações e omissões do governo durante a pandemia.

Nesta quarta-feira (05) o ex-ministro da Saúde Nelson Teich prestou seu depoimento e chegou a afirmar que deixou seu cargo por não ter autonomia suficiente para exercer sua função. Além da insistência do presidente Jair Bolsonaro na cloroquina para a cura do COVID-19.