Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Brasileiro Feminino: Palmeiras segue invicto com vitória sobre Inter

brasileiro-feminino:-palmeiras-segue-invicto-com-vitoria-sobre-inter

Mesmo já garantido nas quartas de final, o Palmeiras não diminui o ritmo na primeira fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino. Nesta quinta-feira (3), as Palestrinas derrotaram o Internacional por 3 a 2 no Sesc Campestre, em Porto Alegre, pela 12ª rodada da competição. As alviverdes permanecem como único time invicto até o momento.

O triunfo recolocou as paulistas na liderança do Brasileiro, agora com 30 pontos, dois a frente do Corinthians, que conclui a rodada mais tarde, às 18h (horário de Brasília), no clássico com o São Paulo, no Centro de Formação de Atletas tricolor, em Cotia (SP). As gaúchas, apesar de estacionadas nos 21 pontos e da queda para o sétimo lugar, estão em situação confortável na zona de classificação, sete pontos à frente do Flamengo, primeiro time fora do G8, com nove a serem disputados.

O Verdão precisou de um minuto para sair na frente. Em contra-ataque, a atacante Ottilia foi lançada pela meia Ary Borges, às costas da marcação, e bateu na saída de Vivi. Sete minutos depois, a goleira colorada evitou o segundo gol palmeirense duas vezes. Primeiro, travou a bola nos pés de Ottilia, após cruzamento da atacante Bia Zaneratto pela esquerda. No rebote, a lateral Thais finalizou quase na pequena área, para outra grande defesa da camisa 1.

Palmeiras 3  x 2  Internacional, Brasileiro Feminino - Ottília é a da DIREITA. -  Fabi Simões, jogadora do Inter - em 03/06/2021
Palmeiras 3  x 2  Internacional, Brasileiro Feminino - Ottília é a da DIREITA. -  Fabi Simões, jogadora do Inter - em 03/06/2021

A atacante palestrina Ottília  (à direita) precisou de apenas um minuto para abrir o placar na vitória do Verdão sobre o Inter, por 3 a 2, no Sesc Campestre, em Porto Alegre – Mariana Capra/Internacional/Direitos reservados

As anfitriãs equilibraram a partida e quase igualaram aos 19 minutos, em chute no travessão da atacante Mileninha. O Palmeiras, no entanto, foi mais eficiente. Aos 30, Bia Zaneratto cruzou pela esquerda e Ottilia, mais uma vez, mandou para as redes. A missão das Gurias Coloradas ficou ainda mais difícil pouco antes do intervalo, com a expulsão da meia Djeni pelo segundo cartão amarelo.

Mesmo com uma a menos, o Inter manteve o duelo parelho e descontou aos 27 minutos. Após cabeçada de Bia Zaneratto defendida por Vivi, a meia Mari Pires puxou contra-ataque e lançou Fabi Simões. A atacante (que é lateral de ofício) avançou em direção à área, driblou a goleira Jhully e mandou para as redes.

Aos 41 minutos, porém, a arbitragem viu toque de mão da zagueira Sorriso, na área, ao tentar cortar um cruzamento rasteiro de Ary pela esquerda. Bia Zaneratto converteu a penalidade, marcando o 11° gol dela na competição. As gaúchas não desistiram e ainda diminuíram mais uma vez aos 45, com Fabi Simões aproveitando falha de Jhully, encoberta pela quicada da bola no gramado, e completando para a meta vazia. A reação terminou aí.

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Real Brasília (@realbrasiliaoficial)

Em duelo simultâneo, Real Brasília e Minas Brasília empataram por 1 a 1 no estádio Ciro Machado do Espírito Santo, o Defelê, na capital federal. O resultado foi ruim para ambos. As Leoas do Planalto, com 14 pontos e sem vencer há sete jogos, estão em décimo lugar, três pontos atrás do Avaí/Kindermann, oitavo colocado e último time na zona de classificação. As Minas, com oito pontos, estão em 14°, na zona de rebaixamento, a um ponto do Botafogo, primeira equipe fora do Z4.

O Real saiu na frente aos 12 minutos. A atacante Dani Silva escapou pela direita e recuou para a meia Camila Pini arriscar de primeira, de fora da área, e marcar um golaço, encobrindo a goleira Karen. O Minas empatou o clássico aos 22 minutos, com a atacante Nenê aproveitando lançamento na cara de Flávia Guedes e batendo na saída da goleira.

O resultado beneficiou a Santos e Ferroviária, que asseguraram classificação às quartas de final. As equipes também se enfrentaram nesta quinta-feira, na Arena Barueri, com triunfo das Guerreiras Grenás por 2 a 1. Foi a quarta vitória seguida do time de Araraquara (SP). A Ferrinha assumiu o quarto lugar, de forma provisória, com 23 pontos, aguardando o resultado do São Paulo diante do Corinthians para saber se permanece na posição ou se termina a rodada em quinto. Com 24 pontos, as Sereias da Vila seguem em terceiro, podendo ser ultrapassadas pelo Tricolor em caso de vitória em Cotia.

Aos dois minutos do primeiro tempo, a meia Rafa Mineira cruzou pela direita, a bola parou no travessão e a volante Luana aproveitou a sobra para abrir o marcador em favor da Ferroviária. Aos 45 da etapa final, a meia Aline Milene cobrou falta com perfeição no canto esquerdo da goleira Michelle, aumentando a vantagem grená. As santistas descontaram no ataque seguinte. A volante Brena ficou cara a cara com a goleira Luciana e rolou à esquerda para a lateral Bruninha concluir para o gol vazio.

(Agência Brasil)

Mais em Perfil

Últimas Notícias