Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Entenda quais são os sinais de um AVC

Fraqueza, formigamento, tontura, dor de cabeça, são alguns dos sintomas

entenda-quais-sao-os-sinais-de-um-AVC
Crédito: Canva

Entender o que é um AVC, quais são os sinais e formas de prevenção é muito importante. Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando vasos que levam o sangue ao cérebro, vasam ou entopem, provocando paralisia cerebral por bloquear a circulação sanguínea. É uma doença que atinge mais homens e é considerada uma das principais causas de mortes, internações e incapacitações em todo o mundo.

Quanto mais rápido o diagnóstico e o tratamento, maiores são as chances de uma recuperação completa. Segundo o Ministério da Saúde, só em hospitais públicos, mais de 18 mil pessoas morrerem entre janeiro e agosto deste ano, em decorrência de um derrame cerebral. Desta forma, é primordial estar atento a sinais para no caso de alguma intercorrência, procurar um atendimento o mais rápido possível.

O AVC é dividido em dois tipos: O hemorrágico, é quando ocorre um rompimento do vaso cerebral, que causa hemorragia dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge. Esse é responsável por 15% de todos os casos de AVC, mas pode causar a morte com mais frequência do que o AVC isquêmico. O outro tipo, é o isquêmico que acontece quando há a obstrução de uma artéria, que impede a passagem de oxigênio para células cerebrais, que acabam morrendo. Essa obstrução pode acontecer devido a um trombo (trombose) ou a um êmbolo (embolia). Esse AVC, é o mais comum, representa 85% de todos os casos.

Em relação aos sinais de alerta para um Acidente Vascular Cerebral (AVC), são sintomas como: fraqueza ou formigamento na face, braço ou na perna, especialmente de um lado do corpo; confusão mental; alteração de fala ou compreensão; alteração na visão; alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

Cada tipo de AVC apresenta diversos fatores de causas, mas sendo eles hemorrágicos ou isquêmicos algumas das causas são: hipertensão, diabetes tipo 2, colesterol alto, idade avançada, sobre peso, tabagismo, uso excessivo de álcool, sedentarismo, histórico familiar, entre outros. Manter uma rotina saudável e de exercícios pode ajudar na prevenção de um AVC.

No âmbito da rede pública de saúde, o Ministério da Saúde investe em ações como o, Programa Academia da Saúde, que trabalha práticas corporais e atividade física por meio da implantação de polos, e também, o Guia Alimentar para a População Brasileira que dá orientações para alcançar uma alimentação saudável, saborosa e balanceada, evitando o desenvolvimento de doenças crônicas, como o AVC

Mais em Perfil

Últimas Notícias