Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

João Doria anuncia investimento de R$ 40 milhões para expansão do Museu da Diversidade Sexual

O início da implantação será em janeiro e a inauguração está marcada para julho de 2022

João Doria anuncia investimento de R$ 40 milhões para expansão do Museu da Diversidade Sexual
Investimento será direcionado também à criação de dois novos equipamentos, o Museu das Culturas Indígenas e Museu das Favelas (Crédito:Alexandre Schneider/Getty Images)

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (6) um investimento total de R$ 40 milhões para ampliação do Museu da Diversidade Sexual e entrega de dois novos museus para o próximo ano na capital.

O Museu da Diversidade Sexual – primeiro equipamento cultural da América Latina dedicado à comunidade LGBTQI+ – terá o espaço e a capacidade ampliados. Além disso, o Governo de SP vai criar o Museu das Favelas e o das Culturas Indígenas, que se somarão aos outros 21 em atividade em todo estado.

O novo museu da diversidade sexual é uma ampliação, uma renovação, uma transformação do atual museu da diversidade, mas tão grande que de fato caracteriza uma nova instituição, tanto é que nós estamos inclusive alterando também a instituição que faz a gestão do Museu. Ampliando espaço, ampliando programa, ampliando escopo, enfim, transformado o museu da diversidade no museu que toda a comunidade LGBTQIA+ de SP gostaria que ele fosse“, disse o secretário estadual da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

O Museu da Museu da Diversidade Sexual foi criado em 2012. A expansão começa em janeiro e a inauguração está marcada para julho de 2022.

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) prometeu transferir o museu para o casarão Joaquim Franco de Mello, na Avenida Paulista. Entretanto, a gestão de João Doria decidiu transformar o local em Museu de Gastronomia, conforme anunciado em agosto deste ano. À época, a mudança gerou críticas de associações LGBTQIA+ da capital paulista.

Questionado sobre o assunto durante coletiva nesta segunda, o governador João Doria defendeu a manutenção do espaço e disse que o assunto foi debatido com os representantes das entidades.

E houve o entendimento de que era melhor se ampliar e adequar a um local de fácil acesso, aliás, facílimo, tá dentro de uma estação de Metrô. Portanto, ele é bem inclusivo, é facilitador de acesso, é protegido e agora com a ampliação ele fica na sua forma completa, ampla e atendente as expectativas da comunidade“, disse.

O secretário disse que o espaço do casarão é muito pequeno para abrigar o museu e que exigiria um custo alto para viabilizar a transformação do local.

A questão do casarão da paulista é que exige um investimento muito grande para restauro do palacete, porque ele precisa ser restaurado completamente, e pra construção de uma anexo, porque o palacete ele é em si muito pequeno.”

O Governo de SP possui um total de 20 museus em atividade – sendo 16 na capital e quatro no interior e no litoral, e os novos anúncios fazem parte do plano de expansão da rede.

No total, de acordo com a gestão estadual, há oito projetos já realizados ou em curso e mais 13 em fase de execução.

Mais em Perfil

Últimas Notícias