Fale conosco

O que vc está procurando?

Brasil

Lázaro Barbosa é morto em troca de tiros com a polícia

Lázaro foi detido na manhã desta segunda-feira (28) durante um cerco a uma área de mata em Águas Lindas de Goiás, onde mora a ex-mulher dele

Lázaro Barbosa é morto em troca de tiros com a polícia
(Crédito: Reprodução/ PCDF)

O criminoso Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto depois de 20 dias de buscas, ele era procurado por uma força-tarefa desde o começo de junho, e foi atingido por vários tiros durante a prisão. A polícia ainda não detalhou como ocorreu a localização e o confronto.

A prisão foi confirmada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que publicou a informação na sua rede social.

“Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do país, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido”, completou o governador.

O diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, confirmou a morte e parabenizou a atuação dos policiais. “Planejamento, cooperação e inteligência encerraram a reincidência de crimes hediondos e mais tragédias a outras possíveis famílias. Nossos sinceros sentimentos pelas vítimas”, disse. 

Lázaro foi detido na manhã desta segunda-feira (28) durante um cerco a uma área de mata em Águas Lindas de Goiás, onde mora a ex-mulher dele. De acordo com a Polícia Civil, o criminoso teria sido morto durante troca de tiros com os agentes.

Fuga Lázaro

As buscas começaram no dia 9 de junho, após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal. Dias depois, Lázaro foi acusado de outra morte: um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

Segundo o G1, ele também fez uma família refém em uma das fazendas – um casal e uma adolescente de 16 anos. Durante o sequestro, o criminoso exigiu que todos andassem em um córrego para não deixar rastros. A polícia conseguiu encontrar e salvar a família.

Mais em Perfil

Últimas Notícias