Fale conosco

O que vc está procurando?

Educação

ENEM 2021: Presidente do Inep afirma que aplicação do exame ocorrerá normalmente

Em meio a crise no Inep, Danilo Dupas presta esclarecimentos à Comissão de Educação da Câmara.

ENEM 2021: Presidente do Inep afirma que aplicação do exame ocorrerá normalmente
Presidente do Inep, Danilo Dupas, em depoimento à Câmara dos Deputados (Crédito: Reprodução/ Youtube)

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas Ribeiro, foi convocado a depor à Comissão da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (10). Em depoimento, ele afirmou que a aplicação do Enem e do Enade está garantida. 

O Inep, órgão responsável pelos dois exames, passou por pedidos de demissão em massa de servidores nos últimos dias. Dupas foi chamado à Câmara para prestar esclarecimentos sobre a situação.

“O Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, Enade, serão realizados normalmente nas próximas semanas”, afirmou Dupas.

Segundo o presidente do Inep, a etapa de preparação das avaliações já foi concluída e agora falta apenas a distribuição das provas.

“Reforço que as aplicações estão garantidas, pois as fases preparatórias foram cumpridas, restando a distribuição das provas para sua aplicação”, acrescentou.

Nos últimos dias, 37 funcionários pediram para deixar suas funções alegando “fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima” do órgão. No pedido de demissão, os servidores ainda citaram a “falta de comando técnico” como um dos motivos.

Em seu depoimento à Câmara dos Deputados, Dupas disse repudiar qualquer ato de assédio moral e que a movimentação de servidores é feita sempre com base no perfil do funcionário, acusações também feitas pelos funcionários.

Durante a sessão, os deputados também questionaram o presidente do Inep sobre possíveis tentativas de intervenção ideológica. O deputado Rogério Correia (PT-MG) foi um dos que o questionaram sobre isso.

A deputada Tabata Amaral (PSB-SP) afirmou ter se reunido com representantes dos servidores que, além de episódios de assédio moral, disseram haver pressão de dirigentes para servidores assinarem documentos que não condizem com pareceres e decisões da equipe técnica, segundo o portal de notícias g1.

“Foram seguidos todos os procedimentos internos. Os professores que fizeram parte da montagem da prova fazem parte do próprio banco [Banco Nacional de Itens (BNI)] instituído pelo Inep. Então, não houve nenhuma intercorrência referente à composição dos professores, e os itens, inclusive, já estavam no banco.”, negou Danilo Dupas.

Data das provas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deve acontecer em menos de duas semanas, a primeira prova será realizada nos dias 21 e 28 de novembro. Já o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), usado para avaliar cursos de ensino superior será neste domingo (14).

Mais em Perfil

Últimas Notícias