Fale conosco

O que vc está procurando?

Educação

Inep aponta falta de 66,8% dos candidatos na primeira prova de reaplicação do Enem

Essa reaplicação é a última oportunidade para que o inscrito tenha nota na edição atual do exame

Inep aponta falta de 66,8% dos candidatos na primeira prova de reaplicação do Enem
De acordo com a entidade, 340.659 estavam inscritos para a realização da prova no último domingo (9) (Créditos: Matthias Hangst/Getty Images)

No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 66,8% dos que se inscreveram para reaplicação da prova de 2021 não compareceram no primeiro dia, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgado nesta terça-feira (12).

De acordo com a entidade, 340.659 estavam inscritos para a realização da prova no último domingo (9). O número abrangia às pessoas que tinham perdido a aplicação regular da prova de novembro, os que tiveram isenção também em 2020, mas não compareceram na época em meio à alta de casos de Covid-19, e as pessoas privadas de liberdade inscritas para o Enem PPL.

Destes

6.286 pediram reaplicação; 2.206 (35,1%) compareceram;

280.146 tiveram isenção e faltaram no Enem 2020; 76.535 (27,3%) compareceram; 

54.227 fariam o Enem PPL; 34.190 (63%) compareceram.

Segundo o Inep, os dados são preliminares e podem variar a depender da apuração definitiva do consórcio aplicador.

Essa reaplicação é a última oportunidade para que o inscrito tenha nota na edição atual do exame. Com a nota, poderá pleitear uma vaga em instituições de ensino superior. Se o inscrito faltar em uma das datas, perde a oportunidade. Poderá se inscrever nas próximas edições.

Quem se inscreveu ainda pode participar do segundo dia de aplicação, que vai ocorrer no dia 16 de janeiro. Porém, só aqueles que participarem dos dois dias de prova poderão se aplicar às vagas com as notas obtidas.

No dia 11 de fevereiro, os resultados do Enem 2021 serão divulgados.

Mais em Perfil

Últimas Notícias