Fale conosco

O que vc está procurando?

Entretenimento

Filha de Bruce Springsteen foi prata nas Olimpíadas

A filha de “The Boss” ganhou uma medalha no salto por equipe, e aos 29 anos está entre as melhores do mundo

Filha de Bruce Springsteen foi prata nas Olimpíadas
Jessica Springsteen (Crédito: Julian Finney/Getty Images)

Se você pudesse visitar a casa ou o estúdio de Bruce Springsteen, certamente encontraria mais de uma dúzia de discos de platina pendurados na parede, e agora conseguiu adicionar mais um prêmio de prata à coleção da família, graças a sua filha. A estrela internacional da música alcançou essa distinção com vários álbuns e provavelmente os exiba para amigos e visitantes. .

Durante um dos últimos dias de Tóquio 2020, a jovem de 29 anos ficou em segundo lugar na competição de saltos por equipes do hipismo, conquistando uma medalha em sua estreia olímpica. “Eu realmente tinha grandes esperanças e isso me anima porque me dá confiança para continuar sonhando com grandes coisas”, disse ela, após receber a medalha.

Junto com Jéssica estavam Laura Kraut e McLain Ward, dois cavaleiros experientes que já haviam ganhado medalhas em outros jogos olímpicos e que foram seus treinadores durante a sua preparação. No entanto, foi a primeira experiência para a filha de Bruce Springsteen, e ela provou estar à altura. Ela não apenas forçou o desempate contra a Suécia pelo ouro, mas a última volta que fez com seu cavalo Don Juan van de Donkhoeve foi perfeita.

No entanto, isso não foi suficiente para levar o primeiro lugar e a equipe ficou com a medalha de prata. Também chegou à final a equipe da Argentina, que finalizou em sétimo lugar e obteve um diploma olímpico.

Biografia de Jessica Springsteen

Jessica Springsteen nasceu em 30 de dezembro de 1991. Ela é filha de Bruce Springsteen e Patti Scialfa, cantora e guitarrista da E Street Band, a banda de quem mais tarde se tornaria seu marido. A família morava em Los Angeles, mas, para escapar dos paparazzi, eles decidiram se mudar para um campo em New Jersey e foi lá que Jessica descobriu seu amor por cavalos.

Bruce Springsteen, Patti Scialfa e Jessica Rae Springsteen (Crédito: Monica Schipper/Getty Images)

A primeira vez que montou um deles, ela tinha apenas quatro anos de idade. Quando criança, ela teve aulas em diferentes academias e desde cedo demonstrou seu talento ao vencer importantes torneios nacionais. Na adolescência isso se acentuou ainda mais e em 2011 já era uma das melhores do país.

“O hipismo me ajudou a ganhar confiança, porque quando você trabalha duro em algo e vê o resultado, você se sente bem consigo mesma. E cuidar de um animal quando se é tão jovem te dá responsabilidade. Ensina paciência e compreensão”, disse ela sobre seu amor pelo esporte equestre.

Enquanto tudo isso acontecia, Jessica também estudava. Em 2014, ela se formou em psicologia pela Duke University, mas nunca praticou. Concluída essa etapa acadêmica, ela decidiu dedicar a sua vida aos cavalos e atualmente está em terceiro lugar no ranking americano e 27 no ranking mundial.

O sonho olímpico de Jessica Springsteen

Por ter vencido os torneios mais importantes de seu país em 2011, Jessica deveria fazer parte da seleção estadunidense em Londres 2012. Embora tivesse participado da fase prévia, não foi selecionada para esses jogos. Nem para os do Rio 2016, algo que chamou a atenção dos especialistas em equitação.

Durante os últimos quatro anos, a filha da cantora decidiu treinar e melhorar o máximo possível para chegar a Tóquio e conseguiu. “É realmente um sonho estar aqui para mim porque trabalhei muito para alcançá-lo”, disse ela quando competiu na categoria individual.

Naquela primeira apresentação, Jéssica não conseguiu se classificar para a segunda fase, mas conseguiu fazer a sua estreia olímpica e desfrutar o momento. “Além do resultado, o importante era poder competir contra os melhores”, disse. Em todo caso, ela ainda tinha a competição por equipes e lá pôde demonstrar todo o seu potencial.

Após a cerimônia de entrega das medalhas, a jovem revelou que seus pais estavam assistindo em casa, nos Estados Unidos, e cumprimentou os dois. “Foi quando vi a minha mãe cavalgando que decidi que também queria passar tempo com os cavalos e agradeço muito a ambos pelo apoio que sempre me deram”, concluiu Jéssica, que encerrou a sua participação em Tóquio e em poucos dias voltará ao seu país para continuar com as competições.

O vínculo de Jessica Springsteen com a Argentina

Por um tempo, Jessica Springsteen foi próxima da Argentina por causa do seu relacionamento com o jogador de polo Nic (Nicolás) Roldan, nascido em Buenos Aires. Eles se conheceram em 2015, quando começaram a namorar, e se separaram em meados de 2017. Um ano depois, ela anunciou o seu relacionamento com Lorenzo de Luca, que também se dedica ao salto hípico, mas na indústria do entretenimento. Desde então, eles moram e trabalham juntos na Flórida, onde têm a sua casa e estábulos.

*Por Agustín Jamele.

*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião da Perfil Brasil.

*Texto publicado originalmente no site Perfil Argentina.

Mais em Perfil

Últimas Notícias