Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Brasil encerra Jogos Paralímpicos com melhor campanha da história

brasil-encerra-jogos-paralimpicos-com-melhor-campanha-da-historia
Yeltsin bateu o recorde mundial e garantiu a centésima medalha de ouro do Brasil nos Jogos.

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio foi a melhor campanha de todos os tempos do Brasil, marcada por recordes de ouros e feitos inéditos. O país terminou na sétima colocação no quadro geral, com um total foram 72 medalhas conquistadas, sendo 22 de ouro, 20 de prata e 30 de bronze, cumprindo a meta do top 10 estabelecida no planejamento estratégico do CPB, em 2017.

A delegação brasileira foi composta por 259 atletas, incluindo atletas-guia, calheiros, goleiros e timoneiro, além de comissão técnica, médica e administrativa, totalizando 435 pessoas. Dos atletas com deficiência, 68 eram das chamadas “classes baixas”, com deficiência severa. Foram 42 homens e 26 mulheres. Trinta e nove participantes tinham menos de 23 anos, cerca de 17% do total da equipe nacional paralímpica.

As 22 medalhas de ouro superaram as 21 de Londres 2012. No número total de pódios, o Brasil igualou a marca alcançada no Rio 2016.

Das 72 medalhas conquistadas pelo Brasil, em Tóquio, 68 participam do programa Bolsa Atleta, totalizando um percentual de mais de 94% das conquistas. O Governo Federal investiu, através do Bolsa Atleta, R$ 117 milhões.

Além dos fatos já citados, podemos destacar ainda, a despedida do multimedalhista Daniel Dias, Carol Santiago, com a conquista de cinco medalhas, 3 ouros, uma prata e um bronze, cinco medalhas de ouro conquistadas em apenas um dia e quatro modalidades conquistando medalhas inéditas.

As atenções do Comitê Paralímpico do Brasil se voltam agora para Paris 2024.

Esportes Rio de Janeiro 06/09/2021 – 10:44 Ana Lúcia Caldas/Edgard Matsuki Astrid Nick – Repórter da Rádio Nacional paralimpiada Tóquio 2020 segunda-feira, 6 Setembro, 2021 – 10:44 1:51

(Agência Brasil)

Mais em Perfil

Últimas Notícias