Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Bronze no Pan de Ginástica assegura quinta vaga brasileira para Tóquio

bronze-no-pan-de-ginastica-assegura-quinta-vaga-brasileira-para-toquio

A medalha de bronze de Diogo Soares na disputa individual geral masculina do Campeonato Pan-Americano de ginástica artística garantiu, nesta sexta-feira (4), mais uma vaga ao Brasil na Olimpíada de Tóquio (Japão). A competição é realizada no Parque Olímpico do Rio de Janeiro.

Entre os homens, a ginástica brasileira já tinha quatro vagas, devido à classificação da equipe masculina no Mundial de 2019, na Alemanha. Caio Souza, que conquistou o ouro nesta sexta-feira, fez parte daquela seleção, assim como Arthur Zanetti, Arthur Nory e Francisco Barreto. Por isso, o resultado dele não foi considerado para colocação olímpica.

Com isso, as vagas masculinas do Pan ficaram com os Estados Unidos, graças à medalha de prata de Paul Juda, e com o Brasil, devido ao bronze de Diogo. Apesar de a classificação ser do país e não do atleta, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) deve oficializar o paulista de 19 anos como um dos cinco integrantes da delegação em Tóquio.

O Pan marcou a estreia de Diogo pela seleção principal. O paulista de 19 anos foi medalhista de prata (barra fixa) e de bronze (geral) nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2018, em Buenos Aires (Argentina).

No sábado (5), as ginastas da seleção feminina disputam uma das duas vagas olímpicas a serem distribuídas no Pan. Das cinco representantes no Parque Olímpico, somente Flávia Saraiva está garantida em Tóquio, via Mundial de 2019. Jade Barbosa, por sua vez, torceu o joelho esquerdo no treino de quinta-feira (3) e não poderá competir. O Canal Olímpico do Brasil transmite a competição ao vivo a partir das 9h10 (horário de Brasília).

Rebeca Andrade, Lorrane Oliveira e Christal Bezerra estão na briga pela vaga, que, se conquistada, é destinada ao país. Ou seja: mesmo que uma determinada atleta seja a responsável pela classificação, pode não ser exatamente ela a representante nos Jogos (embora esta seja a tendência da CBG, como no masculino).

(Agência Brasil)