Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Bruno Soares encara “dupla da paz” em estreia no ATP de Acapulco

bruno-soares-encara-“dupla-da-paz”-em-estreia-no-atp-de-acapulco

O Brasil está representado em dose dupla (e na chave de duplas) no ATP 500 de Acapulco, no México, a partir desta terça-feira (16), em horários que ainda serão definidos. Atleta número quatro no ranking mundial de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), o mineiro Bruno Soares, juntamente com o britânico Jamie Murray (19º), estreiam contra o indiano Rohan Bopanna (42º) e o paquistanês Aisam Qureshi (48º), que formam a chamada “parceria da paz”, dado o histórico de guerra entre os países asiáticos.

Bruno e Murray buscam o segundo título da temporada. O primeiro veio em fevereiro, logo na primeira competição desde a retomada da parceria, após um ano, no ATP 250 de Melbourne, na Austrália. Eles não jogam desde o Aberto da Austrália, quando perderam da dupla formada pelo norte-americano Rajeev Ram (14º) e o britânico Joe Salisbury (12º) na semifinal.

O gaúcho Marcelo Demoliner (46º) e o mexicano Santiago González, por sua vez, têm pela frente os canadenses Felix Auger-Aliassime (18º do ranking mundial de simples e 90º nas duplas) e Milos Raonic (19º em simples, 406º nas duplas). A parceria Brasil-México vem de eliminação nas quartas de final do ATP 250 de Santiago (Chile) para o argentino Federico Delbonis (143º nas duplas e 79º em simples) e o espanhol Jaume Munar (153º nas duplas e 98º em simples).

O paranaense Thiago Wild buscou vaga na chave de simples em Acapulco, mas foi eliminado na segunda rodada do torneio classificatório. No sábado (13), o brasileiro número 124 do mundo em simples derrotou o croata Danilo Petrovic (159º) por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/4. No domingo (14), porém, caiu para o norte-americano Brandon Nakashima (145º) por 2 sets a 0 (duplo 6/3).

ATP 500 de Dubai

Já no ATP 500 de Dubai (Emirados Árabes), o mineiro Marcelo Melo (16º do ranking de duplas) e o neerlandês Jean-Julien Rojer (26º) foram superados, no domingo, por Wesley Koolhof (6º), também dos Países Baixos, e o polonês Lukasz Kubot (15º), ex-parceiro do brasileiro. A parceria entre Koolhof e Kubot venceu por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 0/6 e 12/10 – nas duplas, a terceira parcial é uma disputa em até 10 pontos, com mínimo de dois pontos de diferença.

Foi apenas o terceiro torneio de Melo e Rojer juntos. Apesar da parceria ter sido anunciada no fim do ano passado, o mineiro iniciou 2021 atuando com o romeno Horia Tecau, já que o neerlandês seria pai em fevereiro e não pôde viajar para competir no Aberto da Austrália ao lado do brasileiro.

*matéria atualizada para correção de informação. Ao contrário do informado, a dupla não é a quarta do ranking da ATP. O atleta Bruno Soares está na quarta colocação.

(Agência Brasil)

Veja também

Esporte

A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou nesta sexta-feira (8) que remarcou para o período de 1 a 6 de maio a Copa do...

Esporte

Pela primeira vez na história, a Copa Sul-Americana terá uma fase de grupos. As chaves foram sorteadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) nesta sexta-feira (9)....

Esporte

O Criciúma garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil após superar a Ponte Preta na disputa de pênaltis em jogo...

Esporte

O Brasil teve uma ótima quinta-feira (8) na praia de Merewether, em Newcastle (Austrália), onde cinco surfistas do país avançaram para as quartas de...