Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Coluna – CBLoL volta em novo formato neste sábado

coluna-–-cblol-volta-em-novo-formato-neste sabado

A temporada de 2021 de League of Legends (LoL) foi inaugurada com o início da LPL (China) e da LCK (Coreia do Sul), as ligas mais fortes do mundo. Aqui no Brasil, o CBLoL começa no próximo fim de semana, com o novo formato de franquias. Por enquanto, quase todos os torneios ainda estão sendo disputados de forma online por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Esse é só um dos principais pontos a serem observados para quem quer acompanhar o cenário de LoL 2021. Eu separei alguns aqui abaixo.

CBLoL 

O Campeonato Brasileiro de LoL (CBLoL) está de volta a partir de sábado (16). A novidade no primeiro split de 2021 é o formato de franquias, seguindo um modelo já adotado nas ligas dos Estados Unidos e da Europa, e que também será aplicado este ano na Coreia do Sul. O CBLoL funcionará mais ou menos como na NBA, onde todos os clubes participantes dividem os custos e a responsabilidade pelo bom andamento da competição. Receitas e patrocínios também são partilhados entre todos.

Por conta disso, não existe mais rebaixamento, ou mesmo a existência de uma segunda divisão. Ligas de menor relevância podem acabar surgindo, como ocorre nos Estados Unidos, onde foi formada a LCS Academy, com times B da LCS, que visa a formação de talentos para a equipe principal. Na Europa, foram montadas ligas regionais, também com o objetivo de descobrir novos craques no game. Por enquanto, não existe nada parecido no Brasil. A partir de agora, qualquer time que deseje ingressar no CBLoL terá que negociar com a Riot Games Brasil, que atua como administradora da liga.

Dez equipes estão confirmadas no CBLoL 2021, duas a mais que no formato adotado até o ano passado. Algumas são estreantes no torneio: Cruzeiro, Loud, Rensga e Vorax (embora esta última seja resultante da fusão da Prodigy, que já participou do CBLoL, e a Falkol). As demais são velhas conhecidas dos torcedores: Flamengo, Furia, INTZ, KaBuM!, paiN Gaming e RED Canids.

Fator pandemia

Disputas presenciais, por enquanto, só na LPL (China). O mundo do e-sports, em geral, ainda tem seguido essa linha, com disputas online e sem torcida. Campeonatos internacionais têm sido cancelados ou sofrido adaptações, uma tendência que ainda deve se manter nos próximos meses.

O título no primeiro split do CBLoL  garante vaga ao MSI 2021, principal torneio internacional depois do mundial. Ano passado, a competição foi cancelada por conta da pandemia. Por enquanto, a edição deste ano não está confirmada. 

Apesar disso, é bastante provável que o mundial de LoL volte a ocorrer no fim do ano. A edição dae 2020 ocorreu na China em formato presencial, mesmo com os desafios impostos pela pandemia de covid-19. A Riot Games desistiu de realizar o torneio em mais de uma cidade na China, como inicialmente previsto, e optou por criar uma bolha anti-covid em Xangai. A presença de torcida só foi liberada, com algumas restrições, na grande final vencida pela sul-coreana DAMWON Gaming.

Para a edição de 2021, a Riot já revelou que almeja entregar a experiência completa do mundial para os chineses. Mas isso é algo que precisará ser confirmado ao decorrer do ano, a depender da evolução da doença e do processo de vacinação ao redor do mundo. Por enquanto, a desenvolvedora apenas revelou que a grande final será realizada em Shenzhen, cidade vizinha a Hong Kong.

Novos personagens

A Riot Games revelou que a temporada 2021 do game trará quatro novos “campeões”, como são chamados os guerreiros à disposição dos jogadores. Quando LoL foi lançado, em 2009, eram apenas 40. Hoje, eles já somam mais de 150.

Por enquanto, o único personagem revelado é Viego, o Rei Destruído. O vilão tem a habilidade de possuir temporariamente os inimigos abatidos. Quando isso acontece, ele é capaz de usar os itens e habilidades do rival. Viego já está disponível nos servidores de teste da Riot Games, e deve estrear oficialmente para todos os jogadores ainda este mês.

Universo expandido

O universo de LoL foi expandido em 2019 com o anúncio de vários games relacionados. O primeiro deles foi Teamfight Tactics, jogo do gênero “auto chess” que aos poucos vai formando um cenário competitivo. No ano passado, a Riot lançou Legends of Runeterra, game de cartas que utiliza os mesmos personagens e cenários de LoL. Vale lembrar que Valorant, jogo de tiro em primeira pessoa da Riot Games que tem crescido em popularidade, não faz parte do mesmo universo e traz uma história à parte.

Outro destaque promissor é LoL:Wild Rift, versão mobile do principal título da companhia. Uma versão beta foi lançada no ano passado apenas para alguns sortudos que se inscreveram para conseguir o acesso em um número seleto de países, incluindo o Brasil. Em 2021, o game deve ser lançado oficialmente e ganhar um cenário competitivo oficial, embora a Riot não tenha dado mais detalhes.

A desenvolvedora tem na manga ainda outros jogos, ainda sem data de lançamento confirmada, como “Ruined King: A League of Legends Story”, um RPG para Switch, PS4, Xbox One e PC. Existem ainda outros projetos sem nomes definidos, como um jogo de luta, um jogo de ação e um MMORPG. Ainda que eles não sejam disponibilizados este ano, é possível que mais detalhes sobre esses títulos venham a público nos próximos meses.

Agência Brasil

Veja também

Saúde

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou hoje (19), com apoio da Embaixada do Reino Unido, um guia com recomendações para mitigar os efeitos da...

Saúde

Uma semana depois do início da campanha nacional de vacinação contra a gripe, foram aplicadas até agora 1,4 milhão de doses. Isso representa 1,8%...

Brasil

Começou hoje (19) o 3º Festival da Casa do Choro, oferecendo ao público, em ambiente virtual inteiramente gratuito, a oportunidade de assistir a shows...

Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (19) que aprovou, na última sexta-feira (16), um novo ensaio clínico de vacina contra a...