Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Copa América: Peru vence Colômbia e mantém Brasil na ponta do Grupo B

copa-america:-peru-vence-colombia-e-mantem-brasil-na-ponta-do-grupo-b

O Brasil folgou neste domingo (20) pela terceira rodada da Copa América, mas permaneceu na liderança do Grupo B. A Colômbia, única seleção que poderia ultrapassar o escrete nacional, foi superada por 2 a 1 pela seleção do Peru, no estádio Olímpico de Goiânia.

Os colombianos permanecem na segunda posição da chave, com quatro pontos, enquanto os peruanos somaram os primeiros três pontos na competição e subiram para o terceiro lugar. Os quatro primeiros colocados se classificam às quartas de final.

O Peru saiu na frente aos 16 minutos do primeiro tempo. Sergio Peña aproveitou o rebote de um chute de fora da área do também meia Yoshimar Yotún (ex-Vasco) que parou na trave, e mandou para as redes. Na etapa final, aos cinco minutos, o atacante Miguel Borja entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Pedro Gallese. O próprio Borja – vinculado ao Palmeiras – converteu a penalidade e deixou tudo igual.

O gol da vitória peruana também teve participação de jogadores com histórico no futebol brasileiro. Aos 19 minutos, o meia Cristian Cueva (ex-São Paulo e Santos) bateu escanteio e o zagueiro Yerry Mina (ex-Palmeiras) desviou contra a própria meta. Os colombianos pressionaram atrás do empate, mas pecaram na finalização e pararam em defesas de Gallese.

Ambas as seleções voltam a campo na quarta-feira (23). Às 18h (horário de Brasília), o Peru enfrenta o Equador, novamente em Goiânia. Em seguida, às 21h, a Colômbia encerra a participação na primeira fase contra o Brasil, no estádio Nilton Santos, na zona norte do Rio de Janeiro.

Também neste domingo (20), no Nilton Santos, a Venezuela ficou no 2 a 2 com o Equador. A seleção vinotinto, que disputa a Copa América desfalcada de 13 jogadores infectados pelo novo coronavírus (covid-19), ficou duas vezes atrás no placar, buscou o empate e contou com outra atuação decisiva do goleiro Wuilker Fariñez, herói da igualdade sem gols com a Colômbia, na sexta-feira passada (18), em Goiânia.

Com um ponto em dois jogos, o Equador é o último do Grupo B. A Venezuela, que folgará na quarta rodada, aparece uma posição à frente, em quarto, com dois pontos em três partidas. 

Os equatorianos abriram o marcador aos 38 minutos do primeiro tempo, com o meia Ayrton Preciado, no bate-rebate na área. Na etapa final, o volante Edson Castillo empatou de cabeça aos cinco minutos.

Aos 24, o meia Cristian Cásseres Jr. acertou a trave e quase virou o placar. Na sequência, aos 25, o meia Gonzalo Plata insistiu duas vezes para vencer Fariñez e recolocar o Equador à frente. A Venezuela não desistiu e igualou novamente aos 45 minutos, em cabeçada do lateral Ronald Hernández. Nos acréscimos, Fariñez ainda salvou a equipe vinotinto em tentativa de cabeça do atacante Fidel Martínez (ex-Cruzeiro).

(Agência Brasil)

Mais em Perfil

Últimas Notícias