Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Doria defende a realização da Copa América no Brasil

O governador do estado comentou que os jogos do campeonato paulista ocorreram e as partidas do campeonato brasileiro também estão acontecendo

Doria defende a realização da Copa América no Brasil
Governador de São Paulo João Doria (Crédito: Govesp)

Durante um evento nesta terça-feira (01), em uma estação da CPTM, na capital paulista, o governador João Doria defendeu a realização dos jogos da Copa América no estado, já que outros campeonatos nacionais de futebol estão em andamento.

O governador do estado comentou que os jogos do campeonato paulista ocorreram e as partidas do campeonato brasileiro também estão acontecendo. Segundo Doria, os jogadores de países da América Latina são iguais aos jogadores brasileiros e não pode haver “criminalização” desse campeonato, segundo o portal G1.

“Se tivermos que ter o discurso coerente, temos que parar o futebol em São Paulo. Todos os torneios têm que parar. Agora, criminalizar especificamente a Copa América porque veio fruto de um entendimento com o negacionista de Brasília [Bolsonaro], nós perdemos o bom senso e análise que, obedecendo todos os protocolos rigorosamente, não há razão para não ter um torneio aqui em São Paulo”, afirmou o governador.

Depois da desistência de Argentina e Colômbia, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou na manhã desta segunda-feira (31) que o Brasil vai sediar a competição entre os dias 11 de junho a 10 de julho.

De acordo com o G1, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse que ainda não há confirmação de que o Brasil sediará a edição deste ano da competição.

As condições do governo para a realização da competição em São Paulo são: a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) estabelecer jogos sem torcida, uso obrigatório de máscaras das seleções, além da testagem de todos os jogadores e comissão técnica periodicamente, como acontece nos campeonatos locais realizados no estado.

“O que difere o jogador chileno, equatoriano do jogador brasileiro? São todos seres humanos, todos eles têm que estar protegidos, todos eles, se puderem, estar vacinados e, se não tiverem recebido ainda a vacina, têm que fazer a testagem. A testagem tem que dar negativo, senão não entra, nem sequer sai do vestiário, não entra em campo”, declarou no evento.

Ofício para proibição do campeonato

O deputado Federal Alexandre Padilha (PT), enviou nessa segunda-feira (31), um ofício para o governador João Doria, para que a realização da Copa América seja proibida em São Paulo.

Em seu Twitter o deputado relatou “Não podemos aceitar mais um capítulo mortal do negacionismo de Bolsonaro, o genocida.”