Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Estreia do surfe como modalidade olímpica anima surfistas

Em ano de Olimpíadas, atletas se mostram otimistas com a visibilidade

Estreia do surfe como modalidade olímpica anima surfistas
Estreia do surfe como modalidade olímpica anima surfistas (Crédito: Getty Images)

Tendo dito uma prorrogação de um ano, as Olimpíadas estão no horizonte para atletas e espectadores. Segundo notícias divulgadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), os jogos em Tóquio poderão contar com várias novidades, inclusive novas modalidades como o surfe.

De acordo com um levantamento feito pela International Surfing Association (ISA), mais de 23 milhões de pessoas praticam surfe, dos quais cerca de 3 milhões são brasileiros, de acordo com o mesmo estudo.

Esses foram alguns dos números que compuseram o relatório que acompanhou o pedido de integração do esporte às Olimpíadas. Foi definido pelo Comitê Organizador de Tokyo 2020 que os surfistas farão sua estreia no evento no dia 25 de julho na Tsurigasaki Surfing Beach, em Chiba.

A perspectiva de ver o esporte na maior competição de esporte do mundo, além de contar com brasileiros competindo, anima os surfistas. Segundo Gabriel André, surfista profissional, o esporte poderá colher bons frutos com a estreia.

“Há anos o surfe é reconhecido como esporte com inúmeros campeonatos durante o ano todo. As Olimpíadas deste ano trazem uma grande conquista para os surfistas, consolidando ainda mais nossa modalidade. A visibilidade que o evento esportivo proporcionará para o surfe mundial e para os atletas que o praticam, nos trará uma maior valorização, além do reconhecimento do esporte como profissão, que é algo pelo qual lutamos há um tempo”.

Apesar da recente integração do surfe como modalidade olímpica, esse é muito popular no mundo todo, assim como o estilo de vida que este proporciona. Segundo estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Surfe (Ibrasurfe), o esporte movimenta cerca de R$ 7 bilhões por ano com equipamentos e roupas. O mesmo estudo apontou que grandes marcas com faturamentos milionários possuem por volta de 70% de seus consumidores sendo pessoas que não praticam surfe mas que admiram o estilo de vida.

“Para o mundo do surfe a entrada nas Olimpíadas foi uma ótima notícia. Não só os que já conheciam poderão ver grandes profissionais competindo, mas também as pessoas que não tinham contato com o esporte podem criar maior familiaridade. Acredito que teremos bons resultados e seguimos no otimismo para que nossos atletas tragam a medalha de ouro para casa”, finaliza Gabriel André.

Veja também

Esporte

A Federação Internacional de Natação (Fina) anunciou nesta sexta-feira (8) que remarcou para o período de 1 a 6 de maio a Copa do...

Esporte

O Brasil teve uma ótima quinta-feira (8) na praia de Merewether, em Newcastle (Austrália), onde cinco surfistas do país avançaram para as quartas de...

Esporte

O time está animado com a chegada do uruguaio, que em junho poderá deixar o Manchester United para jogar na Argentina

Esporte

O atacante do Barcelona viu sua filha Alba nascer nesta quinta-feira, 8