Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Judô brasileiro encerra Olimpíada com dois bronzes e mantém tradição

judo:-dirigente-ve-bom-saldo-em-toquio,-apesar-de-queda-de-rendimento

O judô brasileiro se despediu da Olimpíada de Tóquio (Japão) com duas medalhas de bronze. A participação terminou neste sábado (31), após eliminação nas quartas de final do torneio por equipes mistas. O saldo é inferior ao dos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016, quando foram três pódios (com Rafaela Silva no topo), mas manteve a tradição do Brasil na modalidade. Foi a décima edição olímpica seguida em que o país ganhou medalhas.

Resultado

O gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) avaliou que a pandemia do novo coronavírus (covid-19) impactou a preparação, especialmente de atletas menos experientes. Ney Wilson, porém, considerou positivo o resultado na capital japonesa.

Após os bronzes de Daniel Cargnin e Mayra Aguiar, a última chance de medalha para o Brasil seria na disputa por equipes, novidade nesta edição olímpica. O torneio reúne seis judocas, em categorias pré-determinadas (três masculinas e três femininas). O país foi bronze nos últimos dois Mundiais e tinha a expectativa de ir ao pódio, mas a seleção brasileira foi derrotada pela Holanda nas quartas e por Israel na repescagem. O ouro ficou com a França, que surpreendeu o anfitrião Japão na final.

Esportes Resultado geral, porém, é inferior aos três pódios obtidos na Rio 2016 São Paulo 31/07/2021 – 17:39 Luiz Cláudio Ferreira (web) Lincoln Chaves, da Rádio Nacional Judô Olimpíada Tóquio 2021 sábado, 31 Julho, 2021 – 17:39 1:51

(Agência Brasil)

Mais em Perfil

Últimas Notícias