Fale conosco

O que vc está procurando?

Esporte

Trégua Olímpica: ONU pede interrupção de conflitos durante Jogos

Trégua Olímpica ONU pede interrupção de conflitos durante Jogos
Organização das Nações Unidas (ONU) (Crédito: Johannes Simon/Getty Images)

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, cumpriu, nesta quinta-feira (15), a tradição do pedido simbólico para interrupção dos conflitos em período de Jogos Olímpicos.

A Trégua Olímpica remonta à interrupção dos conflitos na Grécia Antiga durante as Olimpíadas daquela era. Na década de 1990, o Comitê Olímpico Internacional (COI) resgatou a ideia e transferiu para a ONU o chamado simbólico para que países e grupos armados baixassem as armas. Não existe a obrigação de que as partes realmente interrompam todos e quaisquer confrontos, e a história recente não registra guerras que foram documentadamente encerradas por causa das Olimpíadas da era moderna.

“Unidos pela Emoção” será o tema da Cerimônia de Abertura dos Jogos de Tóquio. O anúncio foi feito nesta quinta-feira pela organização do evento, numa referência ao momento difícil pelo qual o mundo está passando. O subtema será “Seguindo em frente” e estarão presentes tanto nos Jogos Olímpicos, quanto nos Paralímpicos. As cerimônias serão no Estádio Nacional de Tóquio.

O brasileiro Marcelo Demoliner garantiu vaga em Tóquio e formará dupla no tênis com Thiago Monteiro. A classificação de Demoliner foi assegurada após a desistência do tenista canadense Vasek Pospisil, que alegou uma lesão no ombro direito, além do desejo de passar um tempo com sua família, em comunicado postado em sua conta no Twitter. Demoliner e Monteiro eram os primeiros fora da lista.

O Brasil tem 302 atletas classificados para Tóquio.

Faltam sete dias para o início dos Jogos.

Esportes Rio de Janeiro 16/07/2021 – 12:21 Rádio Nacional / Nathália Mendes Astrid Nick – Repórter da Rádio Nacional Olimpíada Tóquio 2020 sexta-feira, 16 Julho, 2021 – 12:21 1:41

(Agência Brasil)

Mais em Perfil

Últimas Notícias