Fale conosco

O que vc está procurando?

Mundo

Acidente de ônibus na Bulgária deixa pelo menos 45 mortos

O acidente ocorreu a cerca de 40 quilômetros de distância da Capital Sofia, nas proximidades da cidade de Bosnak

Acidente de ônibus na Bulgária deixa pelo menos 45 mortos
Uma investigação foi iniciada para tentar apurar as causas do acidente, segundo Stefan Yanev, primeiro-ministro interino da Bulgária (Créditos: Hristo Rusev/Getty Images)

Em um grave acidente envolvendo um ônibus na Bulgária, pelo menos 45 pessoas, contendo 12 menores de idade, morreram nesta terça-feira (23), comunicou o Ministério do país.

As autoridades locais disseram que o ônibus estava levando muitos turistas da Macedônia do Norte, que voltavam de uma viagem que tinham feito à Turquia. O veículo no meio do caminho teria batido em uma barreira de proteção da estrada e pegou fogo.

O chefe do departamento de segurança contra incêndios do Ministério do Interior Nikolay Nikolov, disse à BTV, que sete pessoas haviam sido encaminhadas às pressas para hospitais da capital Sofia com queimaduras, mas estão estáveis.

“Pelo menos 45 pessoas morreram depois que um ônibus bateu e pegou fogo”, disse Nikolov. O Ministério do interior atualizou o número de vítimas para 46, o número total de passageiros era 53.

O acidente ocorreu a cerca de 40 quilômetros de distância da Capital Sofia, nas proximidades da cidade de Bosnak. O acidente não teve outros veículos envolvidos e apenas sete pessoas conseguiram sobreviver, todos da mesma família.

Uma investigação foi iniciada para tentar apurar as causas do acidente, segundo Stefan Yanev, primeiro-ministro interino da Bulgária. Ele rejeitou a ideia de que a condição da estrada foi o que provocou o acidente. 

A emissora “BTV” disse que o ônibus saiu de Istambul, na Turquia, e viajava para Skopje, na Macedônia do Norte. O ônibus foi registrado na agência de turismo “Besa Trans”, que faz passeios turísticos na cidade turca.

“Um dos sobreviventes explicou que todos estavam dormindo no ônibus quando uma explosão foi ouvida. Ele conseguiu quebrar uma das janelas e salvar algumas pessoas. Infelizmente, o resto não teve sucesso. É uma grande tragédia”, explicou o primeiro-ministro da Macedônia do Norte, Zoran Zaev, em entrevista à agência de notícias estatal “MIA”.

O Chefe da polícia búlgara Stanimir Stanev, disse que os dois motoristas do ônibus, os dois macedônios, não sobreviveram no momento da batida e não conseguiram abrir as portas do veículo para que os passageiros conseguissem sair para fugir do fogo.

“Foi uma cena aterrorizante, nunca vi nada parecido antes. Ninguém pode dizer ao certo quantos são e quem eram, porque os corpos estavam gravemente queimados e precisam ser identificados um a um”, lamentou Boyko Rashkov, ministro do Interior do país.

Borislav Sarafov, chefe do serviço de investigação búlgaro, falou que as autoridades já estão trabalhando, mas que acreditam em duas possíveis causas para o acidente ter acontecido: “erro humano” ou “avaria técnica”.

O acidente desta terça-feira (23), ocorreu por volta das 2h no horário local (21h no horário de Brasília), o local onde aconteceu o acidente já foi isolado pela polícia local.

“Na Bulgária, um acidente de ônibus matou pelo menos 45 pessoas, incluindo 12 crianças. O veículo estava voltando para a Macedônia do Norte quando bateu e pegou fogo. A causa do acidente está sob investigação”

Mais em Perfil

Últimas Notícias