Fale conosco

O que vc está procurando?

Mundo

Países começam a agir contra a nova variante da Covid-19

Países começam a estabelecer novas medidas contra a nova variante B.1.1.529, recém encontrada na África do Sul

paises-comecam-a-agir-contra-a-nova-variante-da-covid-19
Crédito: Canva

Países começam a agir contra a nova variante da Covid-19. Preocupados em como a nova variante pode atingir o mundo, países começam a estabelecer novas medidas contra a nova variante B.1.1.529, recém encontrada na África do Sul. Pelo menos 10 nações europeias anunciaram que voos para o sul da África estão proibidos.

A nova variante, mais especificamente foi identificada em Botsuana. Em nota o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), disse que eles ainda não sabem o posicionamento que o Brasil foi tomar.

Segundo à CNN, em um comunicado o ministro da Saúde na Itália, Roberto Speranza anunciou nesta sexta-feira, novas medidas. Speranza assinou uma ordem executiva proibindo a entrada da África do Sul, Lesoto, Botswana, Zimbábue, Moçambique, Namíbia e Eswatini. “Nossos cientistas estão estudando a nova variante B.1.1.529. Enquanto isso, adotaremos a maior cautela possível”.

A Holanda comunicou que todos que já estivessem em circulação vindos da África deveriam ficar em quarentena e que a proibição de voos se aplicaria para todos os países da África do Sul.

Todos os países que baniram voos foram: Reino Unido, Itália, Holanda, República Tcheca, França, Cingapura e Israel. Dentre os países que aumentaram as medidas de controle, estão o Japão, Índia e Taiwan.

A comissão da União Europeia pretende alertar e propor que viagens para a região da África sejam bloqueadas, mostrando assim uma preocupação em relação a nova variante detectada na África do Sul, enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta sobre rápidas restrições sem ainda existir uma avaliação de risco com base na ciência.

A nova variante B.1.1.529, foi identificada a pouco tempo. A preocupação é que ela realiza muito mais mutações do que a variante Delta e até agora já foram localizadas 50 mutações. No momento as autoridades aconselharam o governo a agir com rapidez e prevenção, pois ainda não se sabe sobre o impacto da nova variante.

Mais em Perfil

Últimas Notícias