Fale conosco

O que vc está procurando?

Mundo

Palácio de Buckingham retira aviso da morte do Príncipe Philip para evitar aglomerações

Após o anuncio da morte do Príncipe Philip, o público começou a fazer homenagens florais ao duque de Edimburgo no Palácio de Buckingham

Palácio de Buckingham
Palácio de Buckingham (Getty Images)

Após o anuncio da morte do Príncipe Philip, o público começou a fazer homenagens florais ao duque de Edimburgo no Palácio de Buckingham.

Os funcionários da casa real colocaram um aviso emoldurado anunciando a morte do príncipe Philip nos portões da frente do palácio, que apareceu por um curto período de tempo. Dizia: “É com profunda tristeza que Sua Majestade, a Rainha, anuncia a morte de seu amado marido.”

Mas pouco tempo depois, o aviso foi removido para evitar reuniões em meio às contínuas restrições à pandemia da Covid.

Príncipe Philip, marido de Elizabeth II, faleceu nesta sexta-feira, 9, aos 99 anos de idade. O Palácio de Buckingham informou o falecimento do príncipe, mas, a causa da morte ainda não foi divulgada.

Sabe-se que em fevereiro desde ano, Príncipe Philip passou mal e foi internado. Na época, a medida foi considerada uma “precaução”. Contudo, o homem foi transferido para outro hospital, onde realizou uma cirurgia no coração, após um mês de internação, o marido da rainha recebeu alta.

Sobre Philip

Nascido em 10 de junho de 1921, o Príncipe Philip da Grécia e da Dinamarca, teve uma infância errante e conturbada, na juventude, ele descobriu sua vocação quando entrou para a Marinha britânica.

O homem se casou com a então princesa Elizabeth em 1947, na ocasião, continuou seu trabalho como militar, mas, renunciou ao cargo após a esposa assumir o trono britânico, em 1952. O relacionamento rendeu quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward. Philip tinha oito netos e iria completar 100 anos em junho.