Fale conosco

O que vc está procurando?

Saúde

Brasil ultrapassa EUA em taxa de vacinação completa contra a Covid

O Brasil é um dos 55 países que ultrapassou os Estados Unidos no percentual de vacinados contra a Covid-19

Brasil ultrapassa EUA em taxa de vacinação completa contra a Covid
Créditos: Canva

Segundo o portal Our World in Data, vinculado à Universidade de Oxford, na Inglaterra, o Brasil é um dos 55 países em taxa de vacinação completa contra a Covid, ultrapassando os EUA.

A informação foi compartilhada numa rede social pelo cientista Eric Topol, cardiologista, fundador e diretor do Scripps Research Translational Institute, e professor de Medicina Molecular no Scripps Research Institute. Ele tem relatado dados sobre a Covid-19 em sua conta no Twitter.

”Brasil se junta a 55 países superando taxa de vacinação dos EUA”, disse Eric Topol

De acordo com as informações do consórcio de veículos de imprensa, no dia 15 de novembro, o Brasil atingiu 125,5 milhões de pessoas vacinadas com duas doses, de um total de 213,3 milhões —número que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) projeta para a população brasileira atual.

Estão completamente imunizados contra a Covid cerca de 59% da população do país. Os percentuais do consórcio de imprensa e do Our World in Data diferem ligeiramente por usarem bases de dados diferentes.

O governo dos EUA autorizou o início da vacinação contra o coronavírus em 14 de dezembro do ano passado, com o imunizante produzido pela americana Pfizer em parceria com a alemã BioNTech.

No dia 17 de janeiro, em São Paulo, tivemos a primeira brasileira a receber a vacina. A enfermeira do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Mônica Calazans, foi imunizada com a Coronavac, produto da chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Apesar de ter tido resultados promissores nos primeiros meses de campanha de vacinação, os Estados Unidos enfrentaram aumento de casos de Covid-19 – provocados, principalmente, pela variante Delta.

Outro fator que tem influenciado os números é o movimento antivacina. Em setembro, o presidente norte-americano, Joe Biden, fez pronunciamentos públicos pedindo que a população busque unidades de saúde para receber os imunizantes.

Mais em Perfil

Últimas Notícias