Fale conosco

O que vc está procurando?

Mundo

Casos de Covid-19 disparam na África do Sul após a descoberta da variante ômicron

Ainda não há confirmação se o aumento de casos se deve ao aparecimento da variante ômicron

Casos de Covid-19 disparam na África do Sul após a descoberta da variante ômicron
A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a ômicron como uma "variante de preocupação" (Crédito: Pierre Crom/ Getty Images)

A ômicron, nova variante do coronavírus, está causando um forte aumento no número de novas infecções e é dominante na África do Sul. A informação é das autoridades de saúde do país.

Na última quinta-feira (02) foram registrados cerca de 8,5 mil casos de Covid, segundo os dados referentes ao total de infecções diárias. O valor é quase o dobro do registrado na quarta-feira (01), quando foram 4,3 mil casos registrados.

No início de novembro a África do Sul registrava uma média de 200 registros diários de pessoas com Covid-19. A partir do meio do mês, o país viu um aumento no número de casos diários, mas é muito cedo, segundo especialistas entrevistados pela agência Associated Press, para confirmar se o aumento está relacionado à nova variantes, ômicron.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a ômicron como uma “variante de preocupação” e diz que evidências preliminares sugerem que existe um risco elevado de reinfecção.

A variante ômicron já foi detectada em pelo menos 24 países ao redor do mundo, de acordo com a OMS.

A África do Sul foi o primeiro país a detectar a nova variante que sofreu alto grau de mutação. Mais de 70% de todos os genomas de vírus que sequenciou no mês passado foram da nova variante, segundo o Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis (NICD) da África do Sul.

“Dra. @mvankerkhove atualiza o que sabemos até agora sobre a nova variante de preocupação da #COVID19, ômicron”

Mais em Perfil

Últimas Notícias