Fale conosco

O que vc está procurando?

Saúde

Como o consumo de refrigerantes afeta a saúde dos atletas

O primeiro ponto que devemos saber quando bebemos bebidas ricas em açúcar, é que a maior parte das pessoas exagera na quantidade de carboidrato e de açúcar ao longo do dia

Como o consumo de refrigerantes afeta a saúde dos atletas
(Crédito: Canva Fotos)

O consumo de refrigerantes sempre foi associado a hábitos que nãos são saudáveis, principalmente se pensarmos em atletas que dependem do seu físico para os esportes. O jogador Cristiano Ronaldo causou polêmica na entrevista coletiva antes da partida entre Portugal e Hungria, pela Eurocopa. O atacante tirou de sua frente duas garrafas de Coca-Cola, marca patrocinadora da competição, pegou uma garrafa de água e fez gestos dando a entender que era melhor beber água, e não refrigerante.

Mas a pergunta que fica é, atleta pode tomar refrigerante? Para entendermos isso partimos do princípio em que, ao fazermos 90 minutos de exercício, a maioria das pessoas não tomaria após algum exercício, um copo de água com seis colheres de açúcar, porém se essas mesmas pessoas soubessem que essas seis colheres de açúcar estavam dentro de um Matte, iriam achar mais saudável.

O primeiro ponto que devemos saber quando bebemos bebidas ricas em açúcar, é que a maior parte das pessoas exagera na quantidade de carboidrato e de açúcar ao longo do dia. No Brasil, a média de consumo é de dez gramas de açúcar por dia, e as bebidas são grandes vilãs. Independente de ser refrigerante ou ser um suco, quando estão enriquecidos com açúcar, as pessoas costumam ingerir, e principalmente quando se trata de um suco, a maioria acha que não tem problema, porem, o problema é muito significativo já que isso pode levar à um excesso.

Pesquisas mostram que o excesso de bebidas com açúcar aumenta a mortalidade e aumenta a chance de ter gordura no fígado.

No caso do Cristiano Ronaldo, é importante lembrar que essa bebida não tem nenhuma vitamina e nem mineral necessário para reposição no corpo após os exercícios. Além de ter ácido fosfórico que pode diminuir a absorção de cálcio e magnésio.

Portanto, consumir refrigerante não vai agregar em nenhum fator nutricional de qualidade, mas pode agregar em paladar, assim explicou o nutrólogo e médico do esporte e exercício, Dr. Guilherme Giorelli: “Existem, inclusive, muitos relatos que ciclistas profissionais quando fazem longas competições, com mais de duas horas, gostam de utilizar refrigerante, por ser justamente rico em carboidrato e por ter um paladar muito agradável para eles”.

“Se esse é o caso, deve-se tomar cuidado porque a quantidade pode transformar esse pequeno paladar num grande vilão, e se não é praticado exercício nenhum, mais cuidado ainda com bebidas ricas em açúcar, esse são grandes vilões. Isso porque podem passar despercebidas, principalmente quando não está dentro do refrigerante, mas sim dentro de um suco, porque o ‘suco’ é muito associado à saúde, mas se tem excesso de carboidrato, não está ligado à saúde.“ Completou Dr. Giorelli.

Mais em Perfil

Últimas Notícias