Fale conosco

O que vc está procurando?

Saúde

Saiba como evitar os erros indesejados na micropigmentação

Pesquisa prévia do profissional e contato com outras clientes ajudam a tomar a melhor decisão na hora de realizar o procedimento

Saiba como evitar os erros indesejados na micropigmentação
(Crédito: Canva Fotos)

O que deveria ser uma mudança positiva para a autoestima e proporcionar bem estar, pode virar um pesadelo devido a alguns erros indesejados que ocorrem se o profissional não for capacitado para realizar uma boa micropigmentação nas sobrancelhas.

O procedimento que se popularizou no Brasil nos últimos anos exige uma série de cuidados antes e depois da realização. É preciso pesquisar bem e observar o histórico do micropigmentador, deixando em algumas situações o menor preço de lado e optar pelo melhor serviço.

A micropigmentadora e empresária Nanda Gamma, deu algumas dicas para te ajudar nesse processo de escolha.

Por quê ocorrem tantos erros?

A micropigmentação está a alguns anos no mercado, mas ainda é considerada como um novo procedimento. Por isso não exige certificação específica para o exercício da profissão. Sendo assim, muita gente sem o preparo e conhecimento adequado começa a atuar no mercado e oferecer os serviços. Isso faz com que muitas pessoas que não tem o devido conhecimento, acabem optando por profissionais despreparados.

É importante também que as clientes que realizarem o procedimento respeitem o protocolo adequado para a cicatrização.

“Tem algo importante que nós chamamos de tríade da cicatrização perfeita. Técnica bem executada, cuidados da cliente e pigmento de alta performance. O pigmento precisa ser orgânico, sem componentes que o corpo possa rejeitar. Além disso, tem que evitar sol intenso, mergulhos no mar ou piscina, suor excessivo, maquiagem sobre o local do procedimento, não arrancar a casquinha de jeito nenhum e passar a pomada indicada para a melhor cicatrização”, explica Nanda Gamma.

Como escolher o profissional correto

Antes de decidir onde investir o seu dinheiro e realizar o procedimento é preciso pesquisar bastante. Hoje em dia, quase todos os profissionais têm contas nas redes sociais. No Instagram, por exemplo, a maioria compartilha o portfólio. Nesse caso, você pode conferir as fotos dos procedimentos, o antes e depois, e verificar o tempo que estes micropigmentadores estão atuando.

Além disso, confira os depoimentos de outros clientes e se possível, entre em contato direto com quem já realizou e peça referências daquele profissional.

“Elas conhecem alguém que fez o procedimento comigo, depois olham as redes sociais e conferem o que já fizemos”, ressaltou a profissional sobre os seus clientes.

Prévia antes de realizar o procedimento definitivo

Existem profissionais que oferecem prévias de como ficará a micropigmentação no seu rosto, assim fica mais fácil perceber se é isso mesmo que você está procurando. Mesmo sendo um procedimento considerado simples, as mudanças chamam a atenção, principalmente no período de cicatrização que vai de 7 a 15 dias.

Remoção depois de um resultado não satisfatório

Se mesmo depois de tomar todos os cuidados na escolha do profissional e na cicatrização você não se sentir confortável com o resultado final do procedimento, é possível fazer a remoção.

A micropigmentação ocorre em uma camada mais superficial que as tatuagens, por exemplo. Dessa maneira é possível remover quase 100% em poucas sessões.

Mais em Perfil

Últimas Notícias