confusão em debate

MPF pede que Douglas Garcia se manifeste em cinco dias sobre agressão a Vera Magalhães

O ofício assinado pela procuradora-geral eleitoral de São Paulo, Paula Bajer, também abre a possibilidade de que Douglas se apresente pessoalmente ao órgão.

mpf-pede-que-douglas-garcia-se-manifeste-em-cinco-dias-sobre-agressao-a-vera-magalhaes
Momento em que Douglas hostiliza Vera Magalhães (Créditos: Reprodução)

O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos) que se manifeste em cinco dias sobre a agressão à jornalista Vera Magalhães. O ataque ocorreu na última quarta-feira (16) durante debate da TV Cultura entre candidatos ao governo de São Paulo.

Publicidade

O ofício assinado pela procuradora-geral eleitoral de São Paulo, Paula Bajer, também abre a possibilidade de que ele se apresente pessoalmente ao órgão. “Expeça-se ofício ao Deputado Estadual Douglas Garcia, candidato a Deputado Federal, solicitando esclarecimentos, por escrito, no prazo de 05 dias, sobre os fatos ocorridos em 13 de setembro de 2022. Se assim desejar, sem prejuízo dos esclarecimentos por escrito, poderá agendar dia e horário para comparecimento à Procuradoria Regional Eleitoral para prestar informações pessoalmente”, diz o documento.

Além dessa medida, o MPF também pediu “à Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise do Ministério Público Federal a busca de vídeos e correspondente certificação, mensagens e dados nas redes sociais de Douglas Garcia, Deputado Estadual e candidato a Deputado Federal, que tenham relação com os fatos e conflitos envolvendo a jornalista Vera Magalhães, bem como notícias publicadas em veículos de comunicação na internet”.

A procuradora também pede que a jornalista seja convidada a comparecer à PGE de São Paulo.

Publicidade