figura icônica

“Estou cumprindo uma missão aqui na Terra”, diz Leci Brandão

Em entrevista à Perfil Brasil, deputada estadual e compositora refletiu sobre seu propósito na arte e na política

leci
Leci Brandão vê carreira política como um dos seus propósitos na Terra – Créditos: Reprodução/Redes Sociais

É difícil definir Leci Brandão em uma somente palavra. Rumo aos 80 anos, ela já foi – e ainda é – um pouco de tudo: cantora, compositora, sambista, ativista e também deputada estadual.

Publicidade

A própria se define como uma guerreira. Isso porque o seu pioneirismo a colocou em locais onde se viu obrigada a romper barreiras. Por exemplo, Leci foi a primeira mulher a integrar a ala de compositores da Mangueira, escola de samba tradicional do Rio de Janeiro.

Similarmente, ela foi a segunda mulher negra a ser eleita na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP). Seu primeiro mandato aconteceu em 2009, e ela se mantém, hoje, no quarto ano de eleição. A primeira mulher negra a ocupar uma vaga na instituição foi a professora e advogada Theodosina Ribeiro, eleita em 1974.

“Acho que estou cumprindo a minha missão na Terra – não estou aqui à toa. Essa missão pode ser de ativismo, de uma pessoa socialista, comunista, por que não? Mas eu agradeço a Deus por essa forma que ele deu para a minha vida”, explica a parlamentar.

A espiritualidade atravessa a transição que ela fez da música para a política. O que veio como um convite se tornou um exercício de propósito: lhe falaram que sua missão ia além de compor e cantar. “Eu tive a confirmação de que eu deveria seguir esse convite para ser candidata. Eu não sabia o que era isso, já estava com a minha carreira musical firmada, e esse convite foi em 2009. Como tudo que eu faço, procurei ouvir os conselhos da minha mãe ou seguir orientação espiritual das pessoas em que eu confio”.

Publicidade

Leci não deixa que seu ensino informal a impeça de legislar, contando com mentorias externas e ajuda daqueles ao seu redor. “As pessoas falam que sou uma cantora de protesto, e até de xiita já fui chamada. Eu disse ‘é isso aqui que eu vou levar para a assembleia legislativa'”.

E ela não brinca em serviço. Para o seu aniversário de 80 anos, no dia 12 de setembro deste ano, a deputada deseja só uma coisa: saúde, para que possa continuar desempenhando seu papel.

Para ver mais, confira a entrevista completa:

Publicidade

Siga a gente no Google Notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre-se para receber grátis o Menu Executivo Perfil Brasil, com todo conteúdo, análises e a cobertura mais completa.

Grátis em sua caixa de entrada. Pode cancelar quando quiser.