Ministério da Saúde diz não poder decretar ‘fim da pandemia’

Representantes da pasta disseram que não está na competência do ministério decretar o fim da pandemia

O Ministério da Saúde afirmou que não pode decretar o ‘fim da pandemia’ de Covid-19, nesta quarta-feira (30). Esta informação é contrária a expectativa do presidente Jair Bolsonaro que disse que havia estudos para que o fim da pandemia, acontecesse no dia 31 de março.

Publicidade

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga afirmou que para que seja decretado o fim da pandemia é preciso que três fatores estejam contemplados. Estes três pontos são o cenário epidemiológico, estrutura do sistema hospitalar e ter medicamentos que sejam eficazes no combate à Covid-19.

De acordo com o G1, durante um evento em Brasília, representantes da pasta disseram que não está na competência do ministério decretar o fim da pandemia, mas sim estipular a validade do decreto que instituiu “emergência sanitária nacional”. Nas últimas semanas tanto Queiroga quanto Bolsonaro, comentaram sobre a redução de pandemia para endemia.