Balão cai em cima de avião no Aeroporto de Guarulhos

As atividades no local ficaram suspensas até que equipes da concessionária retirassem o material. Elas foram normalizadas em menos de 10 minutos

Balão cai em cima de avião da Gol estacionado no Aeroporto de Guarulhos
O ocorrido também não dificultou nos pousos e decolagens do dia a dia (Créditos: Reprodução/ Redes Sociais)

No Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), um balão não tripulado caiu na manhã deste domingo (20). Parte dele ficou sobre a cauda do avião da Gol, que estava estacionado no pátio. Ninguém se feriu com a queda do balão, de acordo coma a administração do aeroporto e a companhia aérea. O ocorrido também não dificultou nos pousos e decolagens do dia a dia.

Publicidade

Empresa que administra o aeroporto, Gru Airport, disse que o balão caiu no pátio por volta das 8h40. As atividades ficaram suspensas até que equipes da concessionária retirassem o material e foram normalizadas em menos de 10 minutos depois.

“Por mais que no Brasil a soltura de balões seja crime, ainda é frequente esse tipo de prática. Em 2020, a concessionária contabilizou mais de 33 ocorrências com balões. Em 2021, foram 44 registros”, diz a nota divulgada pela GRU.

De acordo com a Gol, a aeronave que foi atingida pelo balão, estava em processo de embarque de um voo com destino a Buenos Aires. Segundo a companhia aérea, equipes do aeroporto e de manutenção da empresa “atuaram com agilidade para a retirada do balão, garantindo a segurança dos passageiros e de todos os envolvidos na operação”. O avião não teve danos e foi liberada para seguir viagem.

“A Companhia reforça que soltar balão é crime e põe em risco o espaço aéreo, já que os balões podem colidir com aeronaves, enroscar nas turbinas dos aviões, provocar incêndios ou até mesmo cair na pista sobre aeronaves em abastecimento”, reforçou a Gol, por meio de nota.

Publicidade

Por mais que esta prática seja crime no Brasil, até o momento ninguém foi preso. A secretaria de Segurança Pública de São Paulo disse, por meio de nota, que o caso foi registrado pela 3ª Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), localizado no aeroporto, e que a unidade “realiza diligências para identificar a pessoa que soltou o objeto”. Segundo a SSP, em 2021 43 pessoas foram presas e 113 balões apreendidos no Estado.

“O caso citado foi registrado como ‘fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano’, pela 3ª Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), do Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos). A unidade realiza diligências para identificar a pessoa que soltou o objeto”.

Apesar do logo do SBT estar estampado, e imagens de personagens de um programa de humor do canal, a emissora negou que o balão seja dela. A TV também repudiou a soltura de balões.

Publicidade

“O SBT esclarece que o balão que caiu neste domingo dia 20 no Aeroporto de Guarulhos não tem qualquer relação com a empresa. A emissora não apoia a soltura de balões e espera que as autoridades apurem a responsabilidade do fato”, diz a nota da emissora.

Publicidade