Bolsonaro não assistirá a posse de Fachin como presidente do TSE

Segundo o ofício enviado ao TSE, Bolsonaro já tinha “compromissos preestabelecidos”

bolsonaro-nao-assistira-a-posse-de-fachin-como-presidente-do-tse
O presidente Jair Bolsonaro (Crédito: Andressa Anholete/Getty Images)

O Palácio do Planalto informou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não assistirá à posse do ministro Edson Fachin como novo presidente da Corte. 

Publicidade

Fachin, que sucederá o ministro Luís Roberto Barroso na presidência do Tribunal, será empossado numa cerimônia virtual em razão da pandemia e está marcada para esta terça-feira (22), às 19h.

Segundo o ofício enviado ao TSE nesta segunda-feira (21) e assinado por Claudia Teixeira dos Santos Campos, chefe do Gabinete Adjunto de Agenda do Gabinete Pessoal do presidente da República, Bolsonaro já tinha “compromissos preestabelecidos”.

“Considerando compromissos preestabelecidos em sua extensa agenda, o senhor presidente Jair Bolsonaro não poderá participar do referido evento. Assim, agradece a gentileza e envia cumprimentos”, informa o documento.

Entretanto, a agenda oficial de Bolsonaro, publicada pela assessoria do presidente no site oficial do governo, não previa compromisso no horário até a última atualização deste texto.

Publicidade

O convite a Bolsonaro para que ele participasse da cerimônia virtual foi entregue ao presidente pessoalmente por Fachin e Moraes no último dia 7. O encontro entre os três durou apenas dez minutos.

Em maio de 2020, quando Barroso tomou posse como presidente do TSE, Bolsonaro participou de forma virtual da cerimônia.