Chuvas causam 5 mortes e deixam 10 mil desabrigados em MG

Temporais que castigam o estado colocam 341 cidades em estado de emergência; eram 145

Chuvas causam 5 mortes e deixam 10 mil desabrigados em MG
Desde o início do período das chuvas as mortes subiram para 24, cinco a mais em relação ao último balanço (Créditos: Pedro Vilela/Getty Images)

Em 24 horas, Minas Gerais registrou, 10.854 pessoas desalojadas devido as chuvas que afetam o estado. O número total já chegou a 24.610, segundo os dados divulgados pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

Publicidade

Desde o início do período das chuvas as mortes subiram para 24, cinco a mais em relação ao último balanço. Os desabrigados, houve um aumento de 511 casos no estado, chegando a 3.992 pessoas que não poderão voltar para suas casas.

Também houve aumento nos números de cidades em situação de emergência nas últimas 24 horas, passando de 145 para 341, o que representa 39,97% dos 853 municípios mineiros.

A Defesa Civil confirmou as últimas mortes que aconteceram em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Perdigão, no Centro-Oeste, Ouro Preto e Santana do Riacho, na Região Central.

Um homem, de 55 anos, morreu em Ouro Preto, após um deslizamento de terra atingir duas casas no último sábado (8). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele estava em sua cama quando foi soterrado. As buscas pelo corpo da vítima duraram três dias.

Publicidade

Duas mulheres, de 55 e 79 anos, morreram em Perdigão, após a enxurrada arrastar o carro em que estavam no sábado (8). Os corpos das vítimas só foram encontrados na noite desta segunda-feira (10).

Em Contagem, um homem morreu soterrado depois que um muro cedeu no bairro Chácaras Reunidas Santa Terezinha, nesta terça-feira (11). No momento do acidente, ele estava trabalhando em uma obra. Os ventos fortes atingiram uma estrutura de zinco, que ficava em um galpão de grande porte. O que acabou ocasionando a queda do muro.

Um homem, em Santana do Riacho, de 34 anos, morreu após ser atingido por um raio no momento em que escalava o Morro da Pedreira, na Serra do Cipó.

Publicidade

Foram registradas mortes também em Uberaba, Coronel Fabriciano, Nova Serrana, Engenheiro Caldas, Pescador, Montes Claros, Betim, Belo Horizonte, Dores de Guanhães, São Gonçalo do Rio Abaixo, Ervália e Caratinga.