Prorrogada até 18 de fevereiro suspensão de cruzeiros

Companhias decidem estender o prazo devido ao aumento dos casos de Covid-19

Prorrogada até 18 de fevereiro suspensão de cruzeiros
No dia (3) de janeiro deste ano, a Cila tinha decidido voluntariamente, suspender as operações até o dia 21 de janeiro (Créditos: Bruno Vincent/Getty Images)

Foi decidida pela Associação Brasileira de Navios e Cruzeiros (Cila), nesta segunda-feira (31), manter a suspensão das operações nos portos brasileiros até 18 de fevereiro. De acordo com a CNN, o documento mostra que a decisão tem como objetivo analisar a evolução da pandemia e os impactos da Ômicron da Covid-19.

Publicidade

Com a temporada atual, que se deu início em novembro de 2021, tinha a previsão de movimentar cerca de 360 mil turistas, com impacto de R$ 1,7 bilhão. Além do mais, o setor estava esperando gerar mais de 24 mil novos empregos, envolvendo uma grande cadeia de segmentos da economia, entre eles comércio, alimentação, transportes, hospedagem, serviços turísticos, agenciamento, receptivos e combustíveis.

No dia (3) de janeiro deste ano, a Cila tinha decidido voluntariamente, suspender as operações até o dia 21 de janeiro. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no dia 12 deste mês, recomendou suspender por definitivo a temporada de navios no Brasil, que teve início em novembro de 2021.

No intuito de evitar novas infecções pela Covid-19, a sugestão foi feita ao Ministério da Saúde e à Casa Civil da Presidência da República. O órgão federal considerou que “o cenário atual é desfavorável à continuidade das operações dos navios de cruzeiro”.

De acordo com a associação, do total aproximado de 130 mil passageiros que embarcaram entre os dias 5 de novembro e 3 de janeiro de 2021, cerca de 1.110 casos da Covid-19 foram identificados e confirmados, o que representa menos de 1% do total das pessoas atendidas, isso incluindo hóspedes e tripulantes.

Publicidade