Turistas são resgatados após cinco dias ilhados em cachoeira de SP

Dois homens faziam uma trilha quando foram surpreendidos com a forte chuva

Turistas são resgatados após cinco dias ilhados em cachoeira de SP
No domingo (9), aconteceu o resgate Dan Kitwood/Getty Images)

Durante cinco dias, dois homens, de 56 e 35 anos, ficaram ilhados em um lugar de difícil acesso próximo à Cachoeira da Torre, na Serra do Mar, em São Bernardo do Campo, Região Metropolitana de São Paulo. Os dois faziam uma trilha e foram surpreendidos com uma forte chuva, o que não os deixou voltar para a cidade. No domingo (9), aconteceu o resgate.

Publicidade

De acordo com a Prefeitura de São Bernardo do Campo, agentes e equipes da GCM (Guarda Civil Municipal) e do Corpo de Bombeiros foram chamados para o local por ciclistas que anunciaram o desaparecimento dos dois homens. Os dois haviam chegado no local na quarta-feira passada (5) e tinham a intenção de acampar na região por uma noite. O local onde eles estavam era de mata fechada próxima à Estrada Mogi das Cruzes.

Por volta das 12h, no domingo, chegou o resgate. De acordo com as autoridades, os dois homens estavam bem debilitados devido à exposição do sol, à chuva e às baixas temperaturas. Porém, ambos não apresentavam nenhum ferimento.

Os dois foram levados pela GCM, após o resgate e os primeiros socorros, até o Terminal Metropolitano de São Bernardo, onde conseguiram voltar para suas casas.

Trilhas no verão

Só nesta semana, o Corpo de Bombeiros precisou resgatar 32 turistas no Pico dos Marins, em Piquetes (SP), após o grupo ficar ilhado devido às fortes chuvas. Eles ficaram acampados próximo ao cume da montanha e tiveram as barracas e equipamentos arrastados.

Publicidade

De acordo com a SSP, nenhuma pessoa ficou ferida e os viajantes foram encaminhados para suas cidades. Localizado a mais de 2 mil metros acima do mar, o Pico dos Marins é o 26º mais alto do Brasil. O paredão rochoso é um dos principais para quem pratica trekking no país.

Segundo a Defesa Civil de São Paulo, nesta época do ano, o verão é a estação com mais chuva do ano e as principais ocorrências registradas pelo órgão em decorrência do fenômeno são consequências de deslizamentos de solos, inundações, enxurradas e tempestades com raios e vendavais.