Vendedor de balas é morto por policial de folga em Niterói

Testemunhas afirmam que o vendedor e o policial militar começaram uma discussão depois que o trabalhador ofereceu seus produtos

vendedor-de-balas-e-morto-por-policial-de-folga-em-niteroi
O vendedor de balas morreu após ser baleado em frente à estação das barcas no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio (Crédito: Reprodução / Twitter @SoudeNiteroi1)

Um vendedor de balas foi morto por um policial de folga em Niterói. No início da tarde desta segunda-feira (14), o vendedor de balas morreu após ser baleado em frente à estação das barcas no Centro de Niterói, Região Metropolitana do Rio. Segundo testemunhas, o vendedor Yago dos Santos, de 21 anos e o policial militar começaram uma discussão depois que o vendedor ofereceu seus produtos.

Publicidade

A Polícia Militar, informou por meio de nota que o policial militar, estava de folga e reagiu a uma tentativa de roubo na Praça Arariboia. Segundo a polícia, o vendedor Yago tinha passagens por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo em 2012 e porte de droga de consumo próprio em 2014.

O policial militar,  Carlos Arnaud Baldez Silva Júnior, foi levado para a 76ª DP (Niterói) e em seguida para a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. O homem possui licença para arma de fogo.

Policiais da Delegacia de Homicídios, policiais militares e guardas municipais foram chamados. No momento do ocorrido, pessoas que estavam no local tentaram fechar o trânsito e incendiaram um colchão na pista, mas o fogo foi apagado por policiais. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para socorrer o trabalhador, que não acabou não resistindo.