YouTube proíbe Monark de ganhar dinheiro com plataforma

Ainda cabe a Monark entrar com um recurso para ter acesso a todas as ferramentas de monetização

youtube-proibe-monark-de-ganhar-dinheiro-com-plataforma
O procurador-geral da República, Augusto Aras, determinou no dia 8 de fevereiro a abertura de um inquérito sobre o suposto crime de apologia ao nazismo praticado pelo deputado federal Kim Kataguiri (Podemos-SP) e pelo youtuber Monark. (Crédito: Reprodução/Redes Sociais)

Após ser desligado do Flow Podcast, Monark afirmou que o YouTube suspendeu a monetização do seu canal e o proibiu de criar um novo para possivelmente burlar a restrição. A medida, que é válida por tempo indeterminado, também abrange os vídeos antigos publicados pelo apresentador.

Publicidade

“Estou sofrendo perseguição política. Eles me proibiram de criar um novo canal para poder continuar minha vida, pessoas poderosas querem me destruir. Liberdade de expressão morreu”, escreveu Monark em seu Twitter nesta sexta (18).

Monark disponibilizou o e-mail do Youtube encaminhado a ele. Na nota, a plataforma afirma que é “muito importante que os criadores de conteúdo usem sua influência com responsabilidade —dentro e fora da plataforma”.

“Desta forma, preocupam-nos as recentes declarações relacionadas ao nazismo em um dos seus canais, que podem causar danos significativos à comunidade e que, além disso, violam nossas políticas de Responsabilidade do Criador de Conteúdo”, diz o texto.

Procurada pela Folha de S. Paulo, a plataforma disse que as suas Políticas de Monetização de Canais e o Código de Responsabilidade dos Criadores não permitem “comportamento ofensivo que coloque em risco a segurança e o bem-estar da comunidade do YouTube”.

Publicidade

“A violação dessas políticas pode fazer com que o canal seja suspenso do Programa de Parcerias do YouTube e, consequentemente, ser desmonetizado. Dessa forma, os canais Flow Podcast e Monark foram suspensos do Programa de Parcerias”, afirmou a assessoria da empresa.

O Youtube afirmou ainda que “qualquer tentativa de burlar essa restrição é considerada uma violação aos Termos de Uso do YouTube e pode resultar em um encerramento definitivo da conta”.

Ainda cabe a Monark entrar com um recurso para ter acesso a todas as ferramentas de monetização. “O pedido será analisado pela plataforma”, afirmou a empresa.

Publicidade

Em vídeo, Monark pede a ajuda de seus fãs para tentar reverter a situação. O apresentador reiterou que seus comentários sobre o nazismo foram “infelizes sim, mas de maneira alguma foram mal-intencionados ou defenderam ideologia extremista”. “Eu sofri as consequências, sai do Flow, perdi o meu programa, eu pedi desculpas várias vezes, mas não acabam as retaliações”, diz.

Monark afirma ainda que as consequências “estão muito fora de proporção”. “Eu preciso da ajuda de vocês, porque isso não é justo […] Estão literalmente tentando acabar e aniquilar com a minha vida. É isso que é justo? É isso que vocês acham justo?”.