Taxa de inflação

IPC-S fecha maio com inflação de 0,50%, diz FGV

Segundo a FGV, quatro das oito classes de despesa analisadas pela pesquisa tiveram queda na taxa de inflação de abril para maio.

ipc-s-fecha-maio-com-inflacao-de-050-diz-fgv
Dois grupos tiveram aumento da taxa: educação, leitura e recreação (Crédito: Canva)

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), fechou maio deste ano com inflação de 0,50%. A taxa é inferior às observadas no mês anterior (1,08%) e em maio de 2021 (0,81%). Com o resultado, o IPC-S acumula inflação de 10,28% em 12 meses.

Publicidade

Segundo a FGV, quatro das oito classes de despesa analisadas pela pesquisa tiveram queda na taxa de inflação de abril para maio, entre elas alimentação (que caiu de 1,58% para 0,45% no período) e transportes (de 2,13% para 1,02%).

Outros grupos que registraram taxa de inflação menor foram saúde e cuidados pessoais (de 1,14% para 0,87%) e vestuário (de 1,26% para 1,21%).

Dois grupos registraram deflação (queda de preços) ainda mais acentuada do que no mês anterior: habitação (que passou de -0,69% para -1,37%) e comunicação (de -0,02% para -0,14%).

Por outro lado, dois grupos tiveram aumento da taxa: educação, leitura e recreação (que subiu de 2,51% para 3,12%) e despesas diversas (de 0,70% para 0,91%).

Publicidade

(Agência Brasil)